Djokovic levou calote do Governo do Rio por jogo com Guga, diz Petkovic

Em novembro de 2012, Novak Djokovic, então número 1 do mundo, veio ao Rio de Janeiro para um jogo de exibição contra Gustavo Kuerten. O cachê do tenista sérvio seria pago pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro, mas de acordo com o atual técnico da equipe sub-23 do Atlético-PR,  Dejan Petkovic, o acerto ainda não foi completamente feito. Promotor da vinda de Djokovic ao Brasil, o ex-jogador afirmou que até agora o astro do tênis recebeu somente cerca de 40% do prometido.

2643677-0495-rec

“O evento foi da minha empresa, toda a produção, tudo. Sou amigo dele. Tivemos essa oportunidade, e o momento foi muito importante, era muito interessante para o Rio de Janeiro ter um atleta desse nível. Eles confirmaram, foram os principais patrocinadores, e o pagamento seria feito diretamente para o atleta. Não tinha nada a ver com as nossas empresas, então o contrato foi direito. Fizeram o pagamento direto na conta dele no exterior, mas pagaram mais ou menos 40%, 42%, não sei o valor exato. Era para ter sido feito o pagamento inteiro antes de ele vir para o Brasil, mas não foi feito. Agora estamos apenas com muitas promessas, muitas documentações, mas até agora nada”-  afirmou Petkovic.

Veja a noticia completa no Globo Esporte



Redação do Torcedores.com