Após insultos racistas a Tinga, Conmebol notifica Garcilaso

Uma semana após o meia Tinga, do Cruzeiro, sofrer ofensas racista no Peru, o Comitê Disicplinar da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) notificou, nesta quarta-feira, o Real Garcilaso sobre a abertura de um processo que pode culminar em uma infração disciplinar ao time peruano.

A diretoria da equipe peruana terá que apresentar a sua defesa até às 12h (horário de Assunção, no Paraguai) da próxima segunda-feira (24).

De acordo com artigo 12 do regulamento da entidade máxima do futebol sul-americano, que trata de discriminação e comportamento similares, o Real Garcilaso pode ser multado em US$ 3 mil (cerca de R$ 7 mil) e condenado a disputar algumas partidas da Copa Libertadores de 2014 com os portões fechados em jogos como mandante. O time ainda corre o risco de ser eliminado da competição.

A medida foi tomada após uma investigação preliminar. O processo só foi aberto depois de o Cruzeiro denunciar o time peruano, uma vez que as ofensas racistas protagonizadas pela torcida peruana não foram relatadas na súmula escrita pelo árbitro da partida, o venezuelano José Argote.

As ofensas racistas a Tinga ocorreram no dia 12 de fevereiro, quando o Cruzeiro foi derrotado pelo Real Garcilaso por 2 a 1, em Huancayo, pela primeiras rodada do Grupo 5 da Libertadores. Durante o segundo tempo da partida, torcedores do time peruano imitaram sons de macaco toda vez que o jogador brasileiro tocava na bola.

conmebol_garcilaso_edited

Confira a nota oficial divulgada pela Conmebol:

A Unidade Disciplinar da Conmebol informou nesta quarta-feira o Real Atlético Garcilaso a abertura de um processo disciplinar pela suspeita da prática de uma infração.

A abertura deste processo se deu depois que foi finalizada a investigação preliminar, pela Unidade Disciplinar depois de uma denúncia do Cruzeiro Esporte Clube, em que o clube brasileiro manifestava que os torcedores do time peruano tiveram um conduta racista contra o jogador Tinga.

Atualmente, o Real Garcilaso tem um prazo até a próxima segunda-feira, às 12h (de Brasília), para apresentar seus argumentos de defesa. Concluído este processo, o Tribunal Disciplinar da Conmebol emitirá a decisão oficial.



Redação do Torcedores.com