Médico diz que estado de saúde de Laís melhora e lesão pode não ser total

O médico do COB (Comitê Olímpico Brasileiro), Dr. Antonio Marttos Jr, indicou nesta quinta-feira (06) que a brasileira Lais Souza pode não ter uma lesão medular completa, mas evitou fazer qualquer tipo de prognóstico quanto a sequelas. Ele afirmou, em entrevista via chat a jornalistas, que o estado de saúde da atleta vem melhorando, apesar de ainda existir risco de morte.

Veja o que o médico falou – 

Não é possível nesse momento afirmar qualquer prognóstico sobre o quadro final da Lais. O ponto mais positivo nessa primeira semana foi em relação à parte respiratória. Decidimos pela não implantação do marcapasso no diafragma inicialmente. Nesse momento, iniciamos o processo de diminuição do suporte de ventilação mecânica à Lais. Até o momento ela está tolerando bem esse “desmame”. Estamos otimistas de que ela sairá do ventilador mecânico”

“Quanto à parte de movimentação ainda é muito cedo para dar qualquer prognóstico, mas temos alguns sinais de que a lesão é grave, mas não completa. Tudo indica que a lesão não foi total, mas a melhora no quadro respiratório foi a melhor notícia até agora. Reitero que impossível nesse momento saber como irá evoluir a parte motora. O risco (de morte) existe, sim, mas por estar em uma terapia intensiva temos condições de controlar e minimizar esse risco. É importante destacar que o quadro dela tem se mantido estável e ajustes têm sido feitos diariamente”

“Lais está muito forte mentalmente, se comunica com todos ao redor e só não tem a voz porque está com a traqueostomia, mas sussurra o que quer. Pediu para assistir filmes, escutar músicas e está ciente das manifestações de carinho de todos, da força que vem recebendo da família, dos amigos, e ficou muito feliz de ter visto a foto da equipe brasileira em Sochi com a camisa em sua homenagem.”

Screen shot 2014-02-06 at 4.18.34 PM

Veja a noticia completa no UOL



Redação do Torcedores.com