Oposição pensa em ‘tapetão’ e Andres na eleição da CBF

Pré-marcada para 16 de abril, as eleições da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) esfriaram nos últimos dias, desde quando a oposição anunciou seu candidato, Francisco Novelletto, presidente da Federação do Rio de Grande do Sul, e não Andrés Sanchez, ex-presidente do Corinthians. Enquanto a turma da situação vive clima de “já ganhou”, parte dos “rebeldes” tenta articular um novo plano para ter mais chances no dia D.

Para disputar a vaga de José Maria Marin, presidente da entidade, é preciso formalizar uma chapa que tenha o apoio de cinco clubes da Série A e de oito federações. O problema é que como Marco Polo Del Nero é o favorito para a sucessão do cargo tem sido difícil conseguir dirigentes que queiram se comprometer com alguém que, em tese, vai perder a briga, especialmente pelo receio de retaliações, políticas e financeiras, no futuro.

Veja a noticia completa no MSN



Redação do Torcedores.com