Presidente da Lusa diz ser impossível disputar a Série B

A indefinição sobre a permanência da Portuguesa na Série A do Campeonato Brasileiro ou a queda para a Segundona não tem previsão para um fim. Na noite de segunda-feira, o presidente do clube paulista, Ilídio Lico, afirmou que “é impossível” a sua equipe disputar a Série B nesta temporada.

O dirigente declarou, durante um evento em São Paulo e que contou com a participação do treinador da seleção, Luiz Felipe Scolari, que confia no Ministério Público de São Paulo para fazer a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) cumprir o Estatuto do Torcedor.

“Estamos aguardando uma posição do Ministério Público. Confio muito no trabalho do Roberto Senise (procurador do MP-SP) e acho que vão conseguir resolver sem que a Portuguesa entre na Justiça comum. Mas, se for necessário, nós vamos à Justiça comum, porque nos sentimos injustiçados”, disse Lico, que completou. “É impossível nós jogarmos a Série B. Nosso planejamento todo é para jogar a Série A. Não passa pela minha cabeça a Série B.”

Por causa da escalação irregular de Héverton no empate com o Grêmio, pela última rodada do Brasileirão de 2013, a Lusa foi punida pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) com a perda de quatro pontos, o ocasionou o rebaixamento à Série B e manteve o Fluminense na Primeira Divisão.



Redação do Torcedores.com