Ronaldinho perde penalti e Galo empata com o Nacional

Nem parecia que o Atlético-MG jogava em casa e liderava com folga o Grupo 4 da Libertadores. Sem inspiração e muito nervoso, o time de Paulo Autuori até saiu na frente, em pênalti batido por Ronaldinho Gaúcho, que já havia perdido um minutos antes, mas sofreu o empate em linda cobrança de falta de Riveros. Em alguns momentos do jogo, o Galo teve que correr atrás do adversário, declaradamente interessado no empate, mas que se mostrou organizado. E sem sofrer tanto, o Nacional-PAR conseguiu o objetivo, fato corriqueiro para os rivais do Galo dentro do Horto.

Nem mesmo a presença de dona Miguelina, mãe de Ronaldinho, pela primeira vez no Horto na temporada, serviu de inspiração para o jogador. O primeiro gol marcado no ano e alguns bons passes longos deram a impressão errada de que este seria o dia do camisa 10. Não foi o dele e nem dos companheiros, que com o ponto ganho chegaram a oito, ainda disparados na liderança. Já o surpreendente Nacional provou que a força de vontade é capaz de pelo menos igualar a pior qualidade técnica duas vezes seguidas. Os paraguaios se isolam na vice-liderança com cinco pontos ganhos.

Agora, o Atlético-MG volta suas atenções para o Campeonato Mineiro. No domingo, às 16h (de Brasília), o time começa a decidir contra o América-MG uma vaga na final do estadual, mais uma vez no Independência. Pela competição continental, o Galo só volta a campo no dia 3 de abril, quando visita o Santa Fé, em Bogotá, na Colômbia.

ATLÉTICO-MG 1 x 1 NACIONAL-PAR

Data: 19/3/2014 (Quarta-feira)
Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro:  Omar Ponce (EQUA)
Assistente: Carlos Herrera (EQUA) e Luis Vera (EQUA)
Cartões amarelos:Melgarejo (NAC); Jô, Leonardo Silva (ATL)
Gols: Ronaldinho, aos 19min, Riveros, aos 36min do primeiro tempo;

Atlético-MG
Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Otamendi e Dátolo; Pierre (Guilherme), Josué (Leandro Donizete), Diego Tardelli e Ronaldinho Gaúcho; Fernandinho (Neto Berola) e Jô
Técnico: Paulo Autuori

Nacional-PAR
Ignacio Don; Coronel, Balbuena, Cáceres e David Mendoza; Orué, Riveros, Torales e Melgarejo (Martínez); Benítez (Piris) e Bareiro (Julio Santa Cruz)
Técnico: Gustavo Morínigo

Veja a noticia completa no GloboEsporte



Redação do Torcedores.com