Wanderlei ainda confia em lutar no UFC 175; assista

O lutador brasileiro Wanderlei Silva enfim resolveu falar. Como é de costume, ele gravou um vídeo para falar sobre a sua saída do card do UFC 175. Ele ainda confia em lutar no dia 5 de julho, em Las Vegas (EUA), contra Chael Sonnen. Disse ainda não ter sido informado da sua saída do card. Na sua visão, tudo não passa de uma “grande confusão”.

“Acho que a luta que eu mais desejo na minha vida é essa luta, e eu vou fazer de tudo para que ela se realize”, declarou Wanderlei. “Tenho certeza de que tudo isso vai se solucionar, tudo vai resolver, e que no dia 5 de julho, eu vou poder estar lá, para fazer esse grande espetáculo para todos vocês que estão comigo, mostrar nossa força e nossa garra e, sim, conseguir mais essa vitória”.

DESTAQUES:
Dana confirma ‘fuga’ de Wanderlei do antidoping
Opinião: UFC tem que demitir Wanderlei Silva
Wanderlei conseguiu. Será zoado por Sonnen pela vida inteira

Durante a gravação de 2min37s exibida no canal oficial de Wanderlei Silva no Youtube, o lutador brasileiro não menciona o nome de Chael Sonnen e sequer responde às provocações do norte-americano, que o acusa de ter fugido do teste antidoping (fato confirmado posteriormente pelo presidente do UFC, Dana White).

Mas Wanderlei deu a sua versão para o caso. Ele diz ter recebido no último sábado “um senhor”, que falou que ele tinha que assinar “aqui, aqui e aqui”. O tal senhor mostrou para ele “um monte de papel em inglês.

“Ele não mostrou identificação. Não falou quem ele era. Eu que falei para ele que não iria poder assinar aqueles papeis porque eu não domino o inglês e que iria precisar da presença do meu advogado. Depois disso, peguei e saí, porque tinha outros compromissos no sábado”, justificou Wanderlei, que prometeu fazer todos os exames pedidos para poder lutar.

“Jamais deixei de fazer um exame. Jamais deixei de tirar a licença para fazer um combate. Como a luta seria aqui em Las Vegas, e falta mais de um mês para o combate, estava planejando fazer esse trâmite quando voltasse do Brasil, porque estou indo para a final do TUF. Assim que voltar para Las Vegas, eu vou procurar a Comissão Atlética, para fazer todos os testes que eles quiserem”.



Jornalista de esportes desde 2005, com passagem pelo UOL e Terra. Editor de comunidades do Torcedores.com e blogueiro do renanprates.com