Acha o Fuleco ruim? Conheça cinco mascotes de Copa do Mundo ainda piores

Quando a Fifa anunciou que o mascote da Copa do Mundo de 2014 seria um tatu-bola conhecido como Fuleco (junção das palavras “futebol” e “ecologia”), muita gente torceu o nariz dentro e fora do Brasil. O jornal “As”, da Espanha, detonou o pobre bichinho, que foi chamado de “maldito tatu” pela publicação esportiva.

Mas há muita coisa pior em termos de mascote. Tudo bem que Fuleco não tem o carisma de outros bichos, como o simpático leão Goleo (mascote da Copa de 2006, na Alemanha) ou o cão Striker (do Mundial de 1994, nos EUA). Mas não chega a ser uma aberração total como já aconteceu.

Destaques
Top 10: Qual é a melhor seleção de todos os tempos?
Top 10: Qual será o melhor ataque da Copa 2014?
Top 10: Melhores duplas de zagueiros da Copa
Top 10: Melhores duplas de volantes da Copa 2014

Se você acha o Fuleco ruim, leitor, prepare-se para conhecer outros mascotes, no mínimo, originais:

 



Jornalista, editor do Torcedores.com. Passagens pelos jornais Metro, O Estado de S. Paulo, Jornal da Tarde, Marca Brasil, Agora São Paulo, Diário de S. Paulo e Diário do Grande ABC.