Atual campeã da Copa, Espanha de Diego Costa é eliminada em dois jogos

Diego Costa

Atual campeã da Copa, a Espanha de Diego Costa foi eliminada em dois jogos após a derrota sofrida por 2 a 0 para o Chile, no Maracanã, com direito a gritos de “eliminado” e “olé” da torcida.

Até agora, é uma das atuações mais fracas de um campeão mundial em uma Copa. A Espanha conseguiu em dois jogos um gol marcado e sete sofridos. Tudo isso com direito a um vexatório 5 a 1 sofrido contra a Holanda.

LEIA MAIS:
Relembre outros campeões que não passaram da 1ª fase da Copa
Fotos de Chile x Espanha: torcedores invadem sala de imprensa
Copa: Holanda é a primeira seleção classificada para as oitavas

A Espanha ainda enfrentará a Austrália, em Curitiba, na próxima segunda-feira, na despedida de ambas as equipes da Copa. Chile e Holanda farão, em São Paulo, um duelo também às 13h para saber quem passa em primeiro no grupo B.

Tem tudo para ser a despedida melancólica da geração brilhante que venceu uma Copa do Mundo (2010) e duas Eurocopas (2008 e 2012). Mas a Espanha, definitivamente, não deu certo jogando no Brasil. Além do vexame nesta Copa, os espanhois perderam para a seleção brasileira por 3 a 0 na final da Copa das Confederações.

Esta quarta-feira também não é um dia dos mais fáceis para o atacante Diego Costa, que preteriu o Brasil para ser titular da Espanha na Copa, e vê seu sonho de avançar no Mundial frustrado em apenas duas rodadas. O pior: Diego Costa não tem nenhum gol marcado e coleciona vaias e xingamentos da torcida brasileira, ainda ressentida com a sua recusa em atuar pelo país.



Jornalista de esportes desde 2005, com passagem pelo UOL e Terra. Editor de comunidades do Torcedores.com e blogueiro do renanprates.com