Top 10: Boleiros que morreram antes da hora e deixaram saudade

Infelizmente, neste processo natural da vida, muitas pessoas e boleiros morrem antes da hora. Ao mesmo tempo que esta semana é de comemoração pelo início da Copa, também é uma semana de luto, com a morte do ex-jogador e capitão do Internacional, Fernandão.

Quando morre um jovem, sempre é um momento difícil, principalmente se é uma pessoa conhecida, um atleta, um jogador de futebol. Ficamos pensando como poderia ter sido sua carreira. Teria conseguido ter sucesso, teria jogado uma Copa? Brilharia? Seria campeão pelo meu clube?

Destaques
Relembre os últimos algozes do Brasil na Copas
Copas de 90, 94 e 2002 têm jogadas gêmeas; assista
Top 5: vilões do Brasil em Copa do Mundo
Felipão tem ‘cota pessoal’ dentre convocados para Copa
Top 10: Melhores duplas de volantes da Copa 2014

Muitos ficam para trás: famílias, pai, mãe, mulher, filhos. Em muitos destes casos, os jogadores são ‘largados’ pelos clubes e ficam na mão, com as famílias brigando na justiça por anos. Alguns clubes cumprem o contrato do jogador, outros além de cumprir o contrato, ajudam a família do jogador por um bom tempo.

A cada dia que passa, mais atletas morrem com problemas no coração, as vezes até em plena atividade, acidentes de carros também são muito comuns. E ultimamente até helicópteros estão levando os nossos craques precocemente.

Fizemos uma lista de 10 boleiros que morreram precocemente:



Sou amante e estudioso de esportes! Nasci em São Paulo, estudei em Los Angeles, NY e fiz pós-graduação em Barcelona, sempre acompanhando de perto as competições esportivas pelo mundo.