Relembre como acabou a primeira rodada na Copa de 1950

Copa
Divulgação

Há 64 anos, tudo era bem diferente no mundo da bola. O Brasil jogava de branco e ainda não tinha nenhuma estrela no peito. Uruguai, Itália eram potências e campeãs das três únicas Copas anteriores. O próprio mundo era diferente, com guerras e o clima bélico imperando. No meio disso tudo, acontecia a primeira Copa em solo brasileiro.

O final da história todo mundo sabe: o Brasil perdeu para o Uruguai de virada, por 2 a 1 e pleno Maracanã, e viu a Celeste ser bicampeã. Barbosa, o goleiro, tornou-se, injustamente, o vilão. Mas como será que foi a primeira rodada do Mundial de 50?

Em vez das 32 equipes de hoje, apenas 13 jogaram a primeira Copa no país. E diferentemente de 2014, quando suou para ganhar da Croácia por 3 a 1 em São Paulo, o Brasil goleou o México por 4 a 0 no Maracanã, no dia 24 de junho. Pela mesma chave, o Grupo 1, a Iugoslávia venceu a Suíça por 3 a 0 na rodada inaugural, em jogo disputado no estádio Independência, em Belo Horizonte.

No Grupo 2, a Inglaterra bateu o Chile por 2 a 0 no Maracanã enquanto a Espanha bateu os Estados Unidos por 3 a 1 no Durival de Britto, em Curitiba.

A vitória da Suécia sobre a Itália por 3 a 2, no Pacaembu, abriu os trabalhos do Grupo 3, que contava também com o Paraguai. E, no Grupo 4, o Uruguai atropelou a Bolívia em Belo Horizonte: 8 a 0 fora o baile.

Líderes de seus grupos, Brasil, Espanha, Suécia, e, claro, o Uruguai, avançaram para o quadrangular final do torneio. Aqui a Seleção conseguiu duas goleadas: 7 a 1 na Suécia e 6 a 1 na Espanha, ambas no Maracanã. Até que, em 16 de julho, o Brasil bateu de frente com o Uruguai e aconteceu, então, o “Maracanazo”.



Jornalista, editor do Torcedores.com. Passagens pelos jornais Metro, O Estado de S. Paulo, Jornal da Tarde, Marca Brasil, Agora São Paulo, Diário de S. Paulo e Diário do Grande ABC.