Figuras do Itaquerão: o americano ‘brasileiro’ e o aniversariante sem ingresso

itaquerão
Getty Images

O caminho para o Itaquerão de trem ou metrô dura, pelo menos, 20 minutos (isso caso você opte pelo Expresso da Copa, opção, aliás, aprovadíssima). Nesse tempo, é possível conhecer uma série de pessoas das mais variadas origens.

DESTAQUE
Luizão: de penta na Copa de 2002 ao ‘esquecimento’ em 2014

Após entrar no vagão do trem na estação da Luz, ponto de partida do Expresso, me vi em uma arquibancada sobre rodas. Gente de todos os tipos. Muitos brasileiros, claro. Muitos croatas. E um americano “traíra”.

Oscar Valencia tem 45 anos. É vendedor. Tem feições de latino-americano. Vestia uma camisa do Brasil e tentava se comunicar comigo em espanhol. Pense numa situação estranha, leitor. Pois é.

No meio do papo, ele me conta que veio para o Brasil só por causa da Copa. Imaginei que ele assistiria ao jogo de abertura e depois acompanharia os duelos dos EUA, ou até, vá lá, do México. Nada demais, já que vi argelinos, franceses, ingleses, indianos e até chineses em Itaquera, além, é lógico, de croatas e brasileiros.

Mas para minha surpresa, my american dude, ou melhor, meu caro mexicano Oscar me fala que vai ignorar totalmente a seleção americana. “O Brasil será campeão e eu estarei em todos os jogos. São melhores do que os Estados Unidos”, disse ele, que gosta de Neymar (claro) e (pasmem) Hulk.

Outra figura que me chamou a atenção foi um alemão, que caminhava sozinho perto de um dos portões do Itaquerão. Sebastian Pietsch estava ali para comemorar o aniversário de 34 anos, ocorrido ontem. Mas ele não tinha ingresso e estava atrás de um.

“Me ofereceram um por 500 dólares, mas achei caro. Se não encontrar nada, vou curtir a festa aqui fora e ficar bebendo”, me fala o perspicaz germânico, que trabalha como técnico de segurança na Apple, na Alemanha.

Não o encontrei mais. Provavelmente, ficou curtindo a partida com os demais torcedores que não tinham ingresso (e que não eram poucos).

Sebastian, aliás, chegou ao Brasil sem nenhuma entrada. Domingo (dia 17), me diz, ele embarcará para Salvador. A ideia é acompanhar a estreia da Alemanha no Mundial, segunda-feira (18), contra Portugal, na Fonte Nova. Será que ele vai conseguir?

Crédito da foto: Getty Images



Jornalista, editor do Torcedores.com. Passagens pelos jornais Metro, O Estado de S. Paulo, Jornal da Tarde, Marca Brasil, Agora São Paulo, Diário de S. Paulo e Diário do Grande ABC.