Holanda serve prato gelado da vingança à Espanha

espanha
Getty Images

Mais uma rodada de arbitragens equivocadas, para ser elegante.

Começou com dois gols legítimos dos Mexicanos. Tiveram que fazer três para vencer os africanos de Camarões.

LEIA MAIS:
Titular Diego Costa recebe vaias e xingamentos dos brasileiros
Espanha e Holanda reeditam final de 2010; veja fotos

Mas não é isso o que interessa. O que valeu o dia foi a vingança dos holandeses.

Eles perderam a final da Copa para o tic tac espanhol. Um show de time e de bola. Foi em 2010.

Estamos em 2014 e a Holanda chegou em grande estilo. Alegres, falando com todo mundo, os senhores simpatia. Treino mesmo aconteceu, mas bem de leve. A Holanda é um time misturado. Jogadores jovens de trás pra frente. E no trio de atacantes, os coroas Robben, Van Persie e Snajder.

E o adversário era o Campeão do Mundo. A Fúria fez 1 a 0 e depois tomou um baile na Arena Fonte Nova na caleinte e mística Salvador da Bahia.

Com direito a pelo menos dois golaços. Van Persie de cabeça com grande categoria e depois Robben, na sua mais manjada jogada do planeta Terra. Mata, puxa para a perna esquerda, ameaça e depois manda um bambu.

Foi um total de 5 gols que poderiam ser 7. Uma sova de cinta. Um prato cheio de vingança. Gelado, porque vingança é um prato que se come frio.

 



Luiz Ceará é formado em Jornalismo pela PUCC-Campinas. Iniciou a carreira na Radio Cultura de Campinas e depois EPTV, filiada à Rede Globo. Trabalhou na TV Globo - SP, SBT, TV Século 21, TV Bandeirantes e RedeTV!, onde é repórter e comentarista. Participou da cobertura de 4 Copas de 3 Olimpíadas.