Imprensa internacional fala sobre protestos antes da abertura da Copa

protestos
Getty Images

Na manhã desta quinta-feira, manifestantes começaram a se concentrar perto da região de Itaquera. O movimento “Grande ato, não vai ter Copa” se preparava para os protestos, mas a Polícia militar estava de prontidão para intervir na manifestação.

O jornal de Portugal A Bola citou os protestos e falou que nesse evento diversas pessoas foram presas, entre os manifestantes que brigavam pelos gastos com a organização da Copa.

Já o jornal italiano Gazetta Dello Sport, falou que a Copa está parcialmente em ruínas e que para conter o motim, a polícia teve que jogar bombas e gás lacrimogêneo, ferindo inclusive uma repórter da CNN e um companheiro dela.

O movimento que acabou protestando hoje, já estava organizando o ato há algum tempo por meio de redes sociais. A ideia deles era começar o manifesto no metrô Carrão e seguir até a barreira da Fifa, mas os policiais impediram que o grupo ocupasse a Radial Leste com cordões de isolamento.



Jornalista. Como todo torcedor também gosto de dar meus pitacos. Fã da seleção italiana, do Milan e do Arsenal.