Musa do vôlei, Leila foge da azaração e vê Brasil da arquibancada

Musa do vôlei durante muitos anos, Leila Barros virou uma torcedora ferrenha do Brasil. Desde 2012, ela vem acompanhando o marido Emanuel nos torneios de vôlei de praia, esteve em Londres e também está torcendo muito pela seleção brasileira e arrasando na Copa.

Estive no Mané Garrincha e vi o jogo da seleção brasileira contra Camarões ao lado dela. A musa fez questão de ir na arquibancada vibrar como uma verdadeira torcedora, dizendo que teve a opção de ir no camarote, mas lá tem muita azaração e não dá pra ver o jogo direito. Leila estava acompanhada de Érica Coimbra, atleta do Brasília/Vôlei, e seu filho Lukas.

Residente em Brasília, Leila é coordenadora do Brasília/Vôlei, conseguindo montar uma equipe competitiva na Superliga este ano.

A ex-craque do vôlei mostrou que é muita ‘brasileira’. Leila cantou o hino, se arrepiou, chorou, gritou, comemorou os gols do Neymar com ‘high five’ e ainda tirou milhares de fotos com os fãs, que aos poucos a iam reconhecendo. Lembrando que Leila se aposentou das quadras e areia há mais de dez anos.

Perguntei pra ela se alguma hora as fotos e chamados de musa a incomodavam. Ela disse ao contrário, dizendo que isto era a razão de tudo.

Leila e Lukas, seu filho, foram ao Mané Garrincha, comeram pipoca, deram risadas, e, claro comemoraram muitos gols. A musa curtiu até os 30 minutos do segundo tempo, colocou o filho no colo e saiu sob o coro de ‘Leilaaa’ ‘Leiiiilaaa’.

Veja aqui a opinião da Leila no meio tempo sobre a partida:

Crédito: Reprodução/Sylvio de Campos



Sou amante e estudioso de esportes! Nasci em São Paulo, estudei em Los Angeles, NY e fiz pós-graduação em Barcelona, sempre acompanhando de perto as competições esportivas pelo mundo.