Saiba quem são os jogadores mais jovens da Copa do Mundo

Dos 736 jogadores, apenas três serão os atletas mais jovens da Copa do Mundo neste ano. E um deles irá enfrentar o Brasil na fase de grupos.

Luke Shaw da Inglaterra, Fabrice Olinga de Camarões e Julian Green dos Estados Unidos tem algo em comum. Todos possuem 18 anos e representarão suas respectivas seleções no torneio mais importante do mundo.

LEIA MAIS:
Brasil x Panamá: assista aos gols do jogo 
Brasil x Panamá: Péricles é zoado no Twitter após cantar o hino
Musa da Copa, Fernanda Lima fala em ‘conta maldita’
Fuleco e Brazuca ainda não emplacaram para a Copa

O lateral inglês atualmente joga pelo Southamptom, clube tradicional de seu país, e sempre integrou as seleções de base. Possui apenas um jogo pela seleção principal da Inglaterra, e sua estreia foi contra a Dinamarca ainda esse ano, no qual ele substituiu o experiente Ashley Cole e a equipe britânica saiu vencedora por 1 a 0.

Mesmo tendo feito apenas uma partida pela Inglaterra, Shaw convenceu e virá ao Brasil junto com os outros 22 convocados pelo técnico Roy Hodgson. Fabrice Olinga é um atacante camaronês que acabara de completar 18 anos. Atualmente defende o Zulte Waregem, da Bélgica, por empréstimo, mas quem detém seu passe é o Málaga da Espanha.

Em 2009 nas categorias de base Olinga defendeu outra equipe espanhola, o Mallorca, clube que seu compatriota Samuel Eto’o jogou e é ídolo. Dois anos depois foi descoberto pelo Málaga por um diretor das divisões de base da equipe andaluz.

Foi convocado pela primeira vez por Camarões quando tinha apenas 16 anos, para o jogo que valia uma vaga na Copa Africana de Nações em 2012. Olinga até marcou o gol da vitória, porém o tento não foi suficiente e sua seleção acabou eliminada por Cabo verde que havia vencido o jogo de ida por 2 a 0.

Ele tem cinco jogos e um gol marcado pela seleção de Camarões. A seleção africana jogará contra o Brasil dia 23 de junho em Brasília.

O americano Julian Green também é mais um dos jovens jogadores que estarão no Brasil para disputa do mundial. O atacante que joga pelo Bayern de Munique passou por um dilema nos últimos tempos. Ver se jogaria pela seleção da Alemanha ou dos EUA.

Ele que nasceu na Flórida, Estados Unidos, é filho de pai americano e mãe alemã. Quando tinha apenas dois anos de idade foi para o país bávaro.

Um fato curioso, é que nas categorias de base ele atuou em ambas seleções. Em 2011 jogou pela Alemanha sub-16 e 17, e no ano seguinte decidiu representar a Seleção dos Estados Unidos sub-18, onde jogou uma vez e marcou um gol. No ano passado ele voltou para a seleção alemã, atuando no sub-19.

Nesse ano, enfim, escolheu qual nação iria representar. Vendo que não teria oportunidade de disputar um mundial pela Alemanha, acabou escolhendo a seleção da terra do Tio Sam.

Sua primeira oportunidade em seleções principais aconteceu em abril de 2014. Foi em um amistoso entre Estados Unidos e México, partida que terminou empatada em 2 a 2.

Mês passado ele foi escolhido para estar entre os 23 convocados pelo técnico Jurgen Klinsmann.



Jornalista. Como todo torcedor também gosto de dar meus pitacos. Fã da seleção italiana, do Milan e do Arsenal.