Pitacos do esporte

Getty Images

Em primeiro lugar gostaria de agradecer ao Renan Prates pela lembrança de meu nome para escrever algumas mal fadadas linhas sobre futebol e esportes em geral e também ao Flavio, um dos comandantes do site.

Desde que sai da Radio Jovem Pan, em abril do ano passado, deixei o dia a dia do futebol um pouco de lado, fiz o mesmo com meu blog. Digamos que precisava do tal período sabático para tirar um pouco do stress causado pelo frenético mundo do jornalismo esportivo, vivido diariamente por vinte anos.

Se os moderadores me permitem um breve “comercial”, estou montando com quatro amigos, a Sportise, uma empresa de comunicação, eventos e marketing esportivo, depois me aprofundo no assunto via mídias sociais.

E agora, com satisfação, também escreverei uma coluna aqui, no “Torcedores.com”

Neste primeiro post vou dar pitacos sobre alguns fatos do mundo esportivo. Espero que gostem.

PITACOS DO ESPORTE

SELEÇÃO BRASILEIRA

Tenho acompanhado de perto a primeira semana de treinamentos da seleção brasileira.

Não lembra em nada a preparação feita para a ultima Copa do Mundo. Dunga enclausurou os atletas e a imprensa pouco teve contato, antes e durante o período de competição.

A primeira semana da seleção na Granja Comary lembrou muito o período de treinos feito em Weggis, na Suíça, antes da copa da Alemanha em 2006.

Muito oba-oba, muita liberdade aos atletas, muito pão e circo e o resultado final todos sabem.

Modéstia a parte sou um dos jornalistas que mais conhecem Luis Felipe Scolari. São 17 anos de convívio, sendo três deles diariamente. Na sua primeira passagem pelo Palmeiras, eu cobria o dia a dia do clube pela Jovem Pan.

Acredito que Felipão esta dando linha pra depois fisgar o peixe (como diria o pescador).

Muita liberdade na primeira semana, apresentador de televisão interrompendo treino, familiares fazendo churrasco com jogadores, exclusivas mil, enfim, um ambiente descontraído que em teoria desvia o foco principal: a disputa da Copa do Mundo com a obrigação de vencê-la.

Passando os dois amistosos, em Goiânia e São Paulo, o circo deve acabar e os treinamentos devem ser mais fechados, as entrevistas só nas coletivas diárias e as visitas só de vez em quando.

Felipão antes da apresentação já havia dito que abriria os treinos de acordo com as possibilidades, inclusive aos torcedores.

Na semana final de preparação, e durante a Copa, acredito que os jogadores estarão totalmente focados e concentrados no único objetivo de conquistar a competição.

Não será uma clausura como foi com Dunga nem a esbórnia de 2006 com Parreira, acredito em um meio termo.

Felipão já esteve lá, já conquistou uma Copa e sabe como ninguém conduzir a aeronave.

BOLÃO

Copa do Mundo e bolão andam juntos desde sempre!

Muita gente pergunta meus palpites para a competição.

Para resumir, acredito que Brasil, Alemanha, Argentina e Espanha estejam um patamar acima das demais seleções.

Logo abaixo, em um segundo pelotão, Itália, Holanda, França, Bélgica.

Uruguai, Chile e Colômbia formam a terceira força em minha opinião.

Entrei em dois bolões.

Em um deles a final é entre Brasil x Argentina com Brasil campeão e no outro a final é entre Alemanha x Argentina com os hermanos campeões.

Sim, para mim Messi e companhia vão longe e será a principal pedra no sapato de muita seleção, inclusive a nossa.

BRASILEIRÃO

Normalmente o Brasileirão vive duas realidades: antes e depois da janela de transferências no meio do ano.

Já vi muito clube começar a competição a cento e vinte por hora e, na janela, perder um ou dois jogadores e definhar na parte final.

Em ano de Copa do Mundo, esta interrogação aumenta em razão da longa parada.

As nove primeiras rodadas nos dão um esboço do que será o campeonato após a copa, mas é prematuro cravar uma direção, antes do fechamento da janela de transferências.

A tendência é de que Cruzeiro, Inter, Fluminense e Corinthians voltem reforçados já que não devem perder jogadores e novas contratações serão feitas.

O São Paulo tem que se preocupar com o assedio do futebol europeu em Ganso e Pato (caso o Corinthians receba proposta de 15 milhões de euros tem que ser liberado) e tratar de reforçar sua defesa e meio campo. Se conseguir segurar o elenco e contratar de forma objetiva e qualitativa nas posições citadas, entra na briga pelo titulo, caso contrario será difícil conseguir uma vaga na Libertadores.

O Atlético tem um bom elenco mas precisa reencontrar o futebol jogado na Libertadores do ano passado para almejar algo maior

Santos e Palmeiras precisam se reforçar para entrar no pelotão de cima, o mesmo vale para o Grêmio.

O Botafogo deve brigar do meio para baixo e o Flamengo se abrir os olhos vai mais uma vez deixar seu torcedor com o coração na boca brigando para fugir do rebaixamento.

As demais equipes vão brigar na faixa intermediaria para baixo da tabela em minha opinião.

UFC

Para encerrar gostaria de dar meu pitaco no episódio Wanderlei Silva x Chael Sonnen.

Ficou muito feio para o Brasileiro o modo como desistiu da luta com o americano.

Não ficou claro se Wand ficou receoso de perder a luta após tantas provocações durante o TUF 3 ou se fugiu do exame antidoping da comissão de Nevada.

Certo é que, um dos maiores ídolos do Pride, vai encerrando sua carreira de forma melancólica, sendo despedido do UFC.

Wanderlei conseguiu a proeza de deixar o falastrão Sonnen sair como bom moço de toda esta história, fazendo o brasileiro esquecer o rosário de perolas que o americano desfiou contra nosso país.

Lamentável!