Por que a seleção brasileira tem medo de São Paulo?

Felipão

A entrevista coletiva do técnico Luiz Felipe Scolari revelou que, dentre outras coisas, Willian é a opção imediata para substituir Oscar e que a certeza sobre o potencial do meia ex-Corinthians só veio após a comissão técnica do Brasil conseguir acompanhar de perto o seu trabalho. No entanto, Felipão falou mais do que apenas sobre o que ocorre dentro das quatro linhas. Sincero, o treinador disse também sobre o medo que a seleção tem por jogar em São Paulo.

Historicamente, o estado de São Paulo sempre teve problemas com a seleção, pois, no princípio, a sua rivalidade com o Rio de Janeiro, outrora capital do país e sede dos principais órgãos esportivos, passou para o futebol. Na Copa do Mundo de 1930, por exemplo, a Associação Paulista de Esportes Atléticos proibiu seus atletas de integrarem um time que não contava com membros do seu estado na Comissão Técnica montada pela Confederação Brasileira de Desportos. Por causa dessa rixa, nomes como o de Friendenreich e de Araken Patuska não foram ao Uruguai.

Em 1950, o Brasil fez apenas um jogo em São Paulo, no Pacaembu e, após um empate de 2 a 2 contra a Suíça, viu a sua continuidade no torneio ser ameaçada. São, portanto, longas as dificuldades que a seleção brasileira tem enfrentado na Terra da Garoa.

São Paulo também costuma ser um local onde a seleção é muito cobrada. Quem não se lembra da partida contra a Colômbia, em 15 de novembro de 2000, pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2002. No Morumbi lotado em dia de feriado pela Proclamação da República, o time treinado por Emerson Leão teve muitas dificuldades no jogo e só marcou o gol da vitória aos 47 minutos do 2º tempo, com Roque Júnior. Antes, porém, as bandeiras distribuídas foram arremessadas das arquibancadas, comprovando a falta de empatia.

Mas na sexta, esse atrito deverá ser esquecido. O Brasil enfrenta a Sérvia no último amistoso antes da estreia, dia 12, contra a Croácia. O Morumbi será um bom teste do que a seleção pode esperar da torcida na Arena Corinthians.

Crédito da foto: Getty Images