Ribery: “Não queria ser injetado com cortisona”

Franck Ribery é um dos craques que estão fora da Copa do Mundo. O jogador foi cortado por conta de uma lombalgia e em entrevista para o jornal alemão SID, o meia afirmou que não queria tomar nada para poder jogar.

“Não tenho medo de agulhas, mas não queria ser ser injetado com cortisona. Sei que isso não é bom”, afirmou.

LEIA MAIS
Fãs pedem que Neymar dance One Direction na Copa
Com gol na estreia, Neymar supera Pelé
Copa é feita de surpresas como o chocolate em Salvador
Holanda serve prato gelado da vingança à Espanha

Já à algum tempo Ribery apresentava essa lesão nas costas, e até seguiu com a delegação francesa em treinos pré-copa, mas em uma corrida pelo gramado sentiu uma dor na lombar e foi detectado uma lesão.

Com isso Didier Dechamps foi obrigado a cortar o jogador do Bayern de Munique. Para seu lugar foi chamado Morgan Scheneiderlin, do Southampton.

Foto: Getty Images



Jornalista. Como todo torcedor também gosto de dar meus pitacos. Fã da seleção italiana, do Milan e do Arsenal.