Saiba como Cruyff mudou o futebol do Barça e do mundo em 1974

Johan Cruyff
Reprodução/Youtube

Johan Cruyff é um gênio. Um gênio e revolucionário, algo raríssimo no futebol.

Quando Cruyff, depois do tricampeonato Europeu com o Ajax em 71/72/73, se mudou para o Barça, ele trazia um conceito e visão, jamais vista pelo já famoso clube catalão FC Barcelona. O Barça já tinha uma filosofia de jogar para frente, mas o conceito 4-3-3 misturado com troca de posições e toque de bola rápido, o famoso triângulo, vieram com ele. O famoso ‘Futebol Total’. Também foi ele que implantou este sistema nas categoria de base, mais conhecida como La Masia.

Cruyff sempre acreditou que todos os jogadores deveriam saber atuar em ‘todas’ as posicões, criado nas categorias de base do Ajax, teve que aprender a jogar em todas, uma vez que o clube holandês adota este processo com todos os garotos que crescem lá.

DESTAQUES
Top 10: Qual é a melhor seleção de todos os tempos?
Relembre os últimos algozes do Brasil na Copa

A técnica vem junto com a possiblidade de dar um bom passe, de conseguir dominar e tocar bem bola. O visionário e fora de série, sempre soube que o futebol com o tempo ia aumentar a velocidade e diminuir os espaços. Quando cria o ‘tiki taka’, ele sabia que o futuro estava ali.

Cruyff tem muitas célebres frases, mas uma delas é minha favorita:

“Playing football is very simple, but playing simple football is the hardest thing there is.”

“Jogar futebol é muito simples, mas o mais difícil que tem é jogar futebol de forma simples.”

O que ele quer dizer é que jogar futebol é simples, é fácil, mas o difícil é jogar de forma fácil. O que o Barcelona conseguiu fazer com o ‘Dream Team’ enquanto Cruyff era técnico, e depois de forma ainda mais aperfeiçoada na Era Guardiola, simplesmente deixou o mundo de boca aberta. Pep tinha conseguido juntar o show com os resultados de 2008 a 2012.

Cruyff foi importantíssimo para que Joan Laporta, então presidente do Barça, quando ele foi pedir um conselho ao seu ‘mestre’ sobre a contratação do então jovem e inexperiente Pep Guardiola. O holandês não hesitou e disse que não tinha ninguém melhor para o trabalho. Laporta tinha um pôster do jogador Cruyff em seu quarto quando jovem e tinha feito dele o presidente de honra do FC Barcelona, honra que depois foi retirada pelo presidente Sandro Rosell assim que assumiu.

tumblr_m7b17yiPXr1rou5tvo1_500

Rinus Michels, famoso técnico da ‘Laranja Mecânica’ na Copa de 1974 e também técnico do Barça, uma vez disse: “Nós jogamos daquele jeito porque os jogadores eram muito inteligentes e queriam improvisar, uma vez fui conversar com o Cruyff e ele me disse que já tinha tudo planejado.”

A Holanda jogou de forma mais moderna em 1974, do que a maioria dos times jogam hoje. 40 anos depois, o estilo de jogo, marcação em cima, toques rápidos, tabela, encurtar os espaços, é o que os clubes de sucesso estão fazendo. Cada um com seu estilo, mas basicamente estão aprendendo que a marcação no campo adversário é a maneira mais fácil de se recuperar a bola.

Cruyff era o capitão e dono do time do Ajax e da seleção holandesa, e mais do que ninguém sabia ser o ‘maestro’, com sua genialidade e entrosamento com a equipe, conseguiu levar a Holanda até a final, perdendo na casa da Alemanha, para a anfitriã.

O mais importante de tudo, é como aquela seleção é lembrada. Assim como a seleção húngara de 54 e depois brasileira de 82, a ‘Laranja Mecânica’ vai ser lembrada para sempre como a equipe que mudou o futebol. E Johan Cruyff como o cérebro por trás de tudo.

 

Conhecido como ‘Pitágoras de Chuteiras’, o maestro esta entre os poucos que ganharam a Champions League como jogador e treinador.

Seu estilo único, técnica, habilidade misturado com troca de velocidade, já pedalava nos anos 70, era maestro, fazia gols de placa, dava assistências geniais, controlava a partida, o árbitro, a platéia. Cruyff é um gênio, um revolucionário que mudou o futebol do Barça e do mundo em 1974.

Veja aqui 14 fotos do Johan Cruyff:



Sou amante e estudioso de esportes! Nasci em São Paulo, estudei em Los Angeles, NY e fiz pós-graduação em Barcelona, sempre acompanhando de perto as competições esportivas pelo mundo.