Uruguaios percorrem 3500 km de Kombi para acompanhar a Copa

Reprodução/Facebook

Torcedores uruguaios decidiram acompanhar o país de origem na Copa utilizando um veículo muito conhecido dos brasileiros: a Kombi. ‘La Kombi Celeste’ levará cinco pessoas por 3500 km no país.

“Estamos no Brasil de Kombi porque é um veículo que marcou época no Uruguai e tambpem no Brasil. É um automóvel clássico que mescla transporte com aventura”, justificou o economista Fabrizio Clemata, de 29 anos, que trabalha em um banco no Uruguai.

“Nos agrada a ideia de viajar conhecendo cada povo aonde chegamos. A velocidade média da Kombi é de 80 km/h”, complementou o uruguaio, que veio com o grupo na Kombi de Montevidéu e pretende acompanhar a sua seleção na primeira fase nas praças de São Paulo e Porto Alegre.

Os uruguaios donos da Kombi são nove. Os outros torcedores encontraram com os cinco que viajaram em ‘La Kombi Celeste’ durante a passagem do Uruguai por São Paulo para a épica vitória contra a Inglaterra por 2 a 1, dois gols do ídolo Luis Suárez.E foi na ida para São Paulo que os torcedores aventureiros do Uruguai tiveram uma dificuldade grande no trajeto com a Kombi. Segundo Clemata, o veículo teve um problema mecânico perto de Curitiba.

“Isto nos dificultou muito para poder chegar a tempo na partida em São Paulo. Mas graças ao esforço dos integrantes, a Kombi conseguiu chegar na madrugada anterior a partida, apesar de ter alguns problemas. E a seleção uruguaia mostrou a mesma garra na partida que nós tivemos para chegar em São Paulo”.

A Kombi ficará no Brasil durante toda a Copa, independente do desempenho do Uruguai na competição. “Sem o Uruguai, a Copa não será a mesma. Mas a Kombi voltará só dia 20 de julho”.

Perguntado pela reportagem do Torcedores.com sobre o Fantasma da Copa de 1950, Clemata respondeu: “A gente diz que os fantasmas nao existem, mas que eles existem, existem…”



Jornalista de esportes desde 2005, com passagem pelo UOL e Terra. Editor de comunidades do Torcedores.com e blogueiro do renanprates.com