Aldo, Jon Jones e Cain Velasquez têm uma derrota no cartel; conheça os responsáveis por ‘sujar’ o cartel dos campeões do UFC

José Aldo, Jon Jones e Cain Velasquez têm algo em comum além de serem os donos de suas respectivas divisões no UFC: todos eles têm apenas uma única derrota em seus cartéis profissionais.

O mais recente a conhecer o sabor da derrota foi Velasquez (foto). O único revés do campeão dos pesos pesados (até 120 kg) foi em novembro de 2011, quando foi nocauteado pelo brasileiro Junior Cigano. Na ocasião, Cain perdeu o cinturão. Mas se recuperou vencendo Antonio Pezão e, na revanche contra Cigano, reconquistou o título. Depois disso, derrotou novamente Antonio Pezao e Cigano, na terceira luta entre eles. Além do solitário revés para Cigano, Cain tem 13 vitórias no currículo.

 

Jon Jones, por sua vez, colocará o título dos meio-pesados (93 kg) à prova no próximo dia 27 de setembro, quando enfrentará o americano Daniel Cormier no UFC 178. Diante do compatriota, “Bones” tentará o 21º triunfo na carreira. E só há um lutador que conseguiu o que gente do porte de Mauricio Shogun, Quinton “Rampage” Jackson, Lyoto Machida, Rashad Evans, Vitor Belfort e Alexander Gustafsson não conseguiram: deixar o octógono vitorioso diante de Jones. Em dezembro de 2009, Matt Hamill venceu Jon Jones após o futuro campeão dos meio-pesados ter sido desqualificado por aplicar cotoveladas ilegais. É isso mesmo: a única derrota de “Bones” aconteceu por desqualificação. E o próprio Matt Hamill, que é surdo de nascença, não considera que venceu Jones.

 

Aldo também tem apenas uma derrota no cartel, que consta 24 vitórias. O brasileiro, campeão dos pesos penas 66 kg) foi finalizado por Luciano Azevedo em novembro de 2005, em luta válida pelo Jungle Fight. Aldo, que também é faixa preta de jiu-jitsu, não resistiu a um mata-leão aplicado por Azevedo, que voltará ao MMA neste mês, depois de mais de três anos sem lutar.

 

 

Foto: Getty Images



Jornalista, editor do Torcedores.com. Passagens pelos jornais Metro, O Estado de S. Paulo, Jornal da Tarde, Marca Brasil, Agora São Paulo, Diário de S. Paulo e Diário do Grande ABC.