As verdadeiras favoritas ao título do Mundial Sub-20 Feminino 2014

O que faz uma seleção chegar como favorita em um torneio mundial? Peso da camisa? Histórico de títulos naquele mesmo campeonato? Relevância dos jogadores convocados? Em se tratando de uma Copa do Mundo como a que acompanhamos recentemente aqui no Brasil, talvez seja mesmo um mix disso e de outros fatores. Mas, e no caso das competições de base? Valem os mesmos indicadores? Parece que não.

LEIA MAIS
Talento e falta de objetividade marcam estreia do Brasil na Copa Sub-20 Feminina

Intituladas favoritas para a Copa do Mundo Sub-20 Feminina Canadá 2014, Alemanha e EUA ganharam esse status devido, principalmente, aos títulos conquistados nas duas últimas edições do torneio – 2012 e 2010. No entanto, passados dois ou quatro anos desses triunfos, é certo que as equipes já não possuem a mesma composição, uma vez que estamos falando de um torneio sub-20.

O que os resultados das duas primeiras rodadas do mundial no Canadá têm mostrado é que talvez estejamos olhando para o histórico errado. As equipes que hoje disputam o caneco da FIFA são formadas, na sua maioria, pelas atletas que disputaram o mundial sub-17 em 2012, quando a França consagrou-se campeã em cima da Coreia do Norte. Na ocasião, as alemãs ficaram apenas com o 4o lugar, enquanto que as americanas nem passaram pela fase de grupos.

Nas últimas duas semanas, francesas e norte-coreanas foram as únicas a conquistarem os 6 pontos disputados e a já garantirem vaga para a próxima fase. No caso das europeias, campeãs também da EURO sub-19 no ano passado, os números até aqui são avassaladores: 9 gols em dois jogos, 58 chutes, 14 escanteios a favor e apenas 1 gol tomado.

Enquanto isso, as classificadas do chamado “grupo da morte” só serão definidas na próxima terça feira (12), quando o Brasil enfrenta a Alemanha e os EUA pegam a China pela última rodada da fase de grupos. Todas as quatro seleções ainda possuem chances de conquistar as duas vagas que levam para as quartas de final.

Mais uma vez, e também no universo feminino, 2014 vem nos mostrando que mais importante do que o peso e a tradição da camisa é o planejamento focado na continuidade das equipes e na preparação dos atletas. Bons exemplos não faltam.

*O SporTV transmite ao vivo Alemanha x Brasil, terça (12), às 17h. Nossa seleção precisa de uma vitória por 2 gols para seguir na competição.

Foto: Reprodução/fifa.com