Futebol de Ronaldinho seria perfeito para o público da MLS

Muitos craques passaram pelo futebol nos últimos anos. Ronaldo, Zidane, Figo, Xavi, Riquelme, Rivaldo, Raul, entre outros. Porém poucos ou melhor pouquíssimos encheram nossas mentes e coração de tanta alegria e prazer de assistir futebol como Ronaldinho Gaúcho.

Além de craque e habilidoso, Ronaldinho é mágico, e isso não é comum nos esportes. Quando nos deparamos com jogadores assim, brilhantes e diferentes, o que fica marcado na memória é a sensação de ir ao estádio e ver algo diferente, algo genial, algo mágico.

Destaques:
Mercado da bola: New York Red Bulls nega negociações por Ronaldinho
Top 5: golaços do Ronaldinho Gaúcho no Galo
Ronaldinho Gaúcho: um jogador histórico

O que o Ronaldinho fez no Barcelona ainda esta na nossa cabeça.

Aos 34 anos, e depois de ganhar tudo por onde passou e contagiar seus fãs, Ronaldinho tem mais uma missão no futebol. Levar seu futebol mágico para os EUA e contagiar os americanos que adoram algo diferente.

Famoso por só jogar quando quer nos últimos anos, R10 sabe que seria pago muito dinheiro para levar sua ‘arte’ aos campos norte-americanos. E sabe também que talvez um toque na bola, ou uma jogada ganial, já seria o suficiente para ‘convencer’ os americanos que o futebol é o esporte mais legal, e tudo que vocês fazem com as mãos, o Ronaldinho faz com os pés.

 

 

Ganhou tudo na carreira. De Copa do Mundo a Champions, Estadual, Nacional e Libertadores, de Melhor da Fifa a Balon de Ouro. O R10 veio, jogou, alegrou e venceu.

A Disney, dona de quase toda MLS (Major League Soccer), a liga americana, se deslumbraria com o personagem Ronaldinho. Seus cabelos, pele, dentes, e principalmente o que ele faria dentro de campo. Ronaldinho tem tudo pra virar um personagem da Disney. Ambos vendem magia e emoção!

Magic Johnson o receberia no clube dos mágicos e sua marca seria valorizada em milhões.

Além do mais, na minha opinião ele faria brilhar os olhos dos americanos, mais do que Pelé fez na década de 70. Naquela época tudo era novidade, eles não gostavam de futebol,hoje não, os americanos estão começando a realmente entender de futebol e suas dificuldades e peculiaridades.

 

 

Pegaria a tocha deixada por David Beckham e seria a ‘cara’ da MLS, o símbolo do futebol arte no mundo.

Ronaldinho Gaúcho tem tudo pra conquistar os americanos. É só querer, estar afins. Talvez R$ 100 mi de reais por ano o ajude a querer jogar por mais 2 ou 3 anos.

Nos EUA, uma vez que você conquista o público, que deixa a sua marca, você tá feito pro resto da vida. Depois da curta carreira, os atletas vivem de sua imagem, e Ronaldinho tem tudo pra deixar uma imagem diferente, de alguém fora de série, gênio, mágico.

Foto: Getty Images



Sou amante e estudioso de esportes! Nasci em São Paulo, estudei em Los Angeles, NY e fiz pós-graduação em Barcelona, sempre acompanhando de perto as competições esportivas pelo mundo.