Nova queda pode fazer Palmeiras participar menos que o Goiás nos pontos corridos

O Palmeiras não vence no Brasileirão desde o dia 22 de maio. Três pontos à frente da zona da degola, o fantasma do rebaixamento volta a rondar a vida do time alviverde este ano. Se o Verdão cair em 2014, ficará fora de uma edição da Série A nos pontos corridos pela terceira vez. Para efeito de comparação, o Palmeiras poderia ter menos participações na elite que o Goiás desde 2003. Para isso, baste que o time esmeraldino permaneça na elite.

LEIA MAIS
“Nem tudo o que se fala no futebol é verdade”, diz Valdívia
Novo estádio do Palmeiras recebe traves e visita de ex-goleiros ídolos

Mas por que o Goiás é personagem dessa comparação? Porque, de acordo com o site FutDados, os dois times têm campanhas parecidas na era dos pontos corridos. Somando todas as participações de ambos desde 2003, o Palmeiras tem cinco pontos a menos que o time goiano. O aproveitamento do alviverde paulista é melhor, mas por pouco. O time do Palestra Itália registra 47,77%, contra 47,20% do Goiás.

O time esmeraldino também tem mais vitórias, sendo 147 contra 142 do Palmeiras. A ligeira vantagem no aproveitamento vem do fato de os paulistas terem perdido menos. Foram 125 derrotas do Palmeiras, contra 138 do Goiás. O time goiano participou da edição de 2003, quando o Brasileirão tinha 24 clubes. Por isso, jogou mais.

Os números mostram que o Palmeiras praticamente é igual ao Goiás no Brasileirão desde 2003. Antes desse período, o time paulista foi campeão oito vezes (quatro do Campeonato Brasileiro e mais quatro dos Nacionais considerados pela CBF posteriormente, a Taça Brasil e o Torneio Roberto Gomes Pedrosa).

O Palmeiras é, ainda, o maior campeão nacional somando os títulos da Copa do Brasil e da Copa dos Campeões. Em pleno ano do centenário, cair de novo será uma vergonha ainda maior para uma história tão vitoriosa.

Foto: Getty Images



Editor do Torcedores.com, está no site desde julho de 2014. Repórter e apresentador da TV Torcedores. Formado pela Universidade Metodista de São Paulo, já passou por UOL, Editora Abril e Rede Record. Participou da cobertura da Copa do Mundo de 2014, de dois Pans, dos Jogos Olímpicos de Londres 2012 e do Rio 2016.