Primeiro título nacional de Felipão no Grêmio completa 20 anos

Felipão
Getty Images

O técnico Luiz Felipe Scolari fará sua reestreia como comandante do Grêmio neste domingo em uma data muito especial. O dia 10 de agosto marca 20 anos da conquista do primeiro título nacional de Felipão pelo time gaúcho, a Copa do Brasil de 1994.

LEIA MAIS
Dia dos Pais no Rio Grande do Sul também é dia de Grenal
Opinião: Grêmio perde tantos gols que a meta parece buraco de golfe

Para o treinador, a conquista não era inédita, já que ele venceu com o Criciúma em 1991. Nem para o clube, que foi o primeiro campeão da história do torneio em 1989. Mas a parceria história Felipão-Grêmio alçava seu primeiro voo fora do Rio Grande do Sul.

A Copa do Brasil em 1994 era disputada por apenas 32 clubes. Para efeito de comparação, hoje são 86. O Grêmio, por ironia do destino, estreou justamente contra o Criciúma, ex-clube de Felipão, campeão da competição três anos antes em uma final contra o Tricolor gaúcho.

O primeiro jogo terminou com um empate em 2 a 2. A decisão da vaga nas oitavas ficou para o duelo de volta, em Porto Alegre. O time de Felipão derrotou os catarinenses por 2 a 1 e avançou na competição. A missão seguinte era encarar o Corinthians. A partida de ida era no Estádio Olímpico, e o Grêmio fez a lição de casa, vencendo o Timão por 2 a 0.

Ao melhor estilo copeiro de Felipão, o Tricolor gaúcho conseguiu um empate em 2 a 2 contra o Corinthians no Pacaembu e garantiu a vaga nas quartas de final, onde encararia o Vitória. No ano anterior, o time baiano havia sido vice-campeão brasileiro, mas o elenco já não era o mesmo. O Grêmio não tomou conhecimento e venceu os dois jogos por 1 a 0.

As semifinais da Copa do Brasil tinham dois favoritos brigando por uma das vagas na decisão, enquanto o outro lado da chave trazia duas zebras. Grêmio e Vasco faziam o que foi considerada como uma final antecipada. Ceará e Linhares-ES buscavam fazer história e, quem sabe, calar os críticos. Os dois jogos de ida ficaram no 0 a 0.

Tudo ficou para o segundo jogo. O Ceará levou a torcida ao delírio ao derrotar fora de casa o Linhares por 1 a 0 e garantir seu lugar na decisão, um feito histórico para o clube. O Grêmio contou com o apoio da massa tricolor e venceu o Vasco no Olímpico, por 2 a 1.

No dia 7 de agosto de 1994, Ceará e Grêmio começaram a decidir a Copa do Brasil de 1994. Diante de 53.915 pessoas no Castelão, os dois times não saíram do 0 a 0 e deixaram tudo para a quarta-feira seguinte, em Porto Alegre.

O atacante Nildo tratou de resolver logo de cara com um gol de cabeça aos três minutos de jogo. A partida foi bastante tensa, mas as duas equipes não conseguiram mais furar as defesas. No fim do jogo, Sergio Alves caiu dentro da área, mas o árbitro Oscar Roberto Godói não marcou pênalti. Revoltado, o jogador do Ceará partiu para cima de Godói reclamando de forma muito veemente. Acabou expulso. O Grêmio foi campeão pela segunda vez da Copa do Brasil.

O Tricolor gaúcho ainda conquistaria mais duas vezes a competição, em 1997 e 2001. Felipão também, pelo Palmeiras, em 1998 e 2012. Mas os dois, juntos, nunca mais. A chance para um novo título surge de novo em 2014.

Confira no vídeo abaixo os melhores momentos do jogo entre Grêmio e Ceará, no dia 10 de agosto de 1994. As imagens foram disponibilizadas na internet pelo amigo Edu César, do Papo de Bola, e têm a narração do grande Osmar Santos pela TV Manchete.

Foto: Divulgação/Grêmio FBPA



Editor do Torcedores.com, está no site desde julho de 2014. Repórter e apresentador da TV Torcedores. Formado pela Universidade Metodista de São Paulo, já passou por UOL, Editora Abril e Rede Record. Participou da cobertura da Copa do Mundo de 2014, de dois Pans, dos Jogos Olímpicos de Londres 2012 e do Rio 2016.