Após ser chamado de burro, Cristóvão Borges responde a torcida do Fluminense

Getty Images

O Fluminense empatou com o Grêmio nesta quarta (24) por 0 a 0, no Maracanã. O fato de jogar em casa foi um atrativo para a torcida que esperava que a equipe conquistasse os três, mas isso não ocorreu.

Leia mais: Grêmio empata com o Fluminense no Maracanã e chega ao G-4

Sem obter a vitória, o Tricolor Carioca foi muito criticado por parte da torcida presente no estádio que fez do seu treinador o grande responsável pelo resultado ruim. Gritos de “time sem vergonha” e “burro” para o técnico Cristóvão Borges na entrada de Gustavo Scarpa em campo (era pedido Biro Biro), inclusive, marcaram os últimos minutos da partida.

Após o jogo, Cristóvão fez questão de explicar os motivos de não ter lançado Biro-Biro na partida:

“Falou-se muito nessa coisa do jogador de velocidade. O Biro –Biro é rápido. Mas até onde eu sei, não teve tanta sequência de jogos. Como se começou a falar disso, não vamos dizer que o Biro-Biro vai resolver. Não colocamos essa responsabilidade de resolver a situação do Fluminense nos garotos. Tem muita gente mais responsável para resolver. Ele vai dar sua a contribuição, mas não é ele que vai resolver esse problema do Fluminense” – avisou o treinador  tricolor.

Foto: Getty Images