Brasil vai enfrentar a Polônia na final do Mundial de Vôlei. E agora?

A espera pelo adversário da seleção brasileira masculina de vôlei na final do Mundial acabou. A Polônia venceu a Alemanha neste sábado (20) por 3 sets a 1, com parciais de 26-24, 28-26, 23-25 e 25-21, e vai enfrentar o Brasil na decisão da competição. O duelo reedita a final do Mundial de Vôlei de 2006, disputado no Japão, ocasião em que o time de Bernardinho conquistou o segundo título do torneio em sua história com uma vitória por 3 sets a 0.

LEIA MAIS
Brasil vence a surpreendente França e está na final do Mundial de Vôlei
Veja como os uniformes do vôlei mudaram nos últimos 30 anos
Relembre 5 grandes momentos do Mundial masculino de vôlei
Relembre os três títulos mundiais de vôlei do Brasil

A Polônia é o único time que o Brasil não venceu nesta edição do Mundial de Vôlei. Impulsionada pela força da torcida por ser o país-sede, a equipe polonesa virou o duelo contra os brasileiros na terceira fase e venceu no tie-break, 3 sets a 2, tirando a então invencibilidade da equipe de Bernardinho.

O Mundial de Vôlei tem sido marcado pela cantoria marcante da torcida da Polônia. Neste sábado, mais uma vez o apoio das arquibancadas foi fundamental nos momentos decisivos, já que praticamente todos os sets tiveram finais emocionantes.

Mas o Brasil já provou que consegue passar por cima desse fator. Na semifinal, também disputada neste sábado, mais cedo, a torcida local escolheu a França, empurrou o time para o tie-break, mas os brasileiros venceram e estão na quarta final consecutiva do Mundial.

O desempenho brasileiro contra a Rússia, na vitória por 3 a 0 que valeu a vaga na semifinal, e a atuação do bloqueio no jogo contra a França são os fatores que ajudam o torcedor mais otimista a confiar no tetra, algo que seria inédito de forma consecutiva na história da competição.

No entanto, os erros de saque demonstrados no duelo com os franceses e o apagão diante da Polônia nos dois últimos sets do primeiro confronto contra os donos da casa servem como um sinal amarelo para que a equipe tenha cuidado na decisão deste domingo.

Para que o Brasil consiga fazer história, é preciso que Murilo volte a ter a atuação incrível que demonstrou contra os russos. Wallace e Lucão precisam estar inspirados novamente, como no tie-break contra a França. Lucarelli tem que acertar a mira e ficar mais calmo na hora da decisão. O caminho rumo ao tetra está na reta final, mas há um adversário muito forte pela frente.

O jogo entre Brasil e Polônia será realizado a partir das 15h25 (horário de Brasília), com transmissão do SporTV.

Foto: Divulgação/FIVB



Editor do Torcedores.com, está no site desde julho de 2014. Repórter e apresentador da TV Torcedores. Formado pela Universidade Metodista de São Paulo, já passou por UOL, Editora Abril e Rede Record. Participou da cobertura da Copa do Mundo de 2014, de dois Pans, dos Jogos Olímpicos de Londres 2012 e do Rio 2016.