Brasileiro que considerou traição defender a seleção muda de ideia

Antes da Copa do Mundo, Rômulo, lateral brasileiro revelado pelo Cruzeiro, estava na pré-lista dos 41 convocados por Cesare Prandelli para defender a Itália no Mundial, mas uma lesão no músculo adutor direito tirou-lhe essa possibilidade.

LEIA MAIS:
Veja lista de convocados da seleção para Superclássico e amistoso contra Japão

Embora já tenha sido convocado pela Azurra, o jogador não está impossibilitado pela Fifa defender a seleção de seu país natal. Como não entrou em campo pela Itália, Rômulo ainda está em tempo de optar entre os tetra-campeões ou os penta-campeões.

Contudo, na época em que aceitou o convite de Prandelli, o jogador, que atualmente atua como volante ou lateral direito, considerou uma traição defender o Brasil:

“Quando o Prandelli conversou comigo a primeira vez, ele me perguntou se eu me sentia honrado por vestir a camisa da Itália. Ele me chamou, e eu aceitei, sabendo dessa responsabilidade. Do meu ponto de vista, jogar pelo Brasil no futuro seria trair a seleção italiana. O Prandelli é um treinador que zela muito pelo país, pela cultura, origens. E a partir do momento que eu assumi essa responsabilidade de aceitar a convocação da Itália, eu vou representar este país. Este é o caminho a seguir, acho que vai ser um caminho longo. Tenho a certeza de que vai dar tudo certo, tenho um futuro promissor na Itália e não penso que não vou ser convocado.”, disse para o Globoesporte.com

Agora, entretanto, Rômulo mudou o tom de discurso e, sendo observado por Conte (técnico da Itália) e Dunga, já até admitir defender a seleção brasileira:

“Eu ainda não conversei com o Conte, mas o que me deixa bem feliz e confiante é que quando ele estava treinando o Juventus, há seis meses, foi ele quem pediu a minha contratação. Isso é sinal de que o Conte gosta de mim e me dá um pouco mais de confiança sobre uma possível convocação para a seleção italiana, lembrando também que o Dunga disse que estava me observando, e eu também fico muito feliz com isso.”, afirmou o jogador.

Foto: Getty Images