Dorival isenta Valdívia de culpa e não tem explicação sobre fracasso

Crédito da foto: Getty Images
Getty Images

Dorival Júnior não sabia o que dizer na entrevista coletiva após a derrota para o Figueirense por 3 a 1.

O treinador estava perplexo com o resultado. Afinal, o Verdão abriu o placar com Cristaldo e estava bem na partida… até sofrer o empate. Com a igualdade no placar, uma “pane” tomou conta dos Alviverdes e mais dois gols dos catarinenses foram anotados.

Leia mais: Opinião do torcedor: Palmeiras tem que se livrar logo de Valdívia

“O Palmeiras dominou até o momento do primeiro gol. Estava melhor, ganhou a maioria das segundas bolas. O Figueirense estava encontrando dificuldades para jogar. Infelizmente saiu o primeiro e aí veio uma avalanche, novamente. Futebol não se explica, futebol se vive, tenta-se soluções a curto prazo, é muito difícil chegar aqui e tentar explicar o que nós vimos. Até 30 minutos do segundo tempo, o Palmeiras estava com o jogo a seu feitio para finalizar a qualquer instante, mas sofremos três gols em dez minutos,” lamentou Dorival.

Na frente do placar, a equipe poderia ter ampliado se não fosse a total displicência de Valdívia. O chileno dominou sozinho na frente de Tiago Volpi e tinha totais condições de marcar o gol. Mas preferiu o passe para Bruninho, onde a zaga do anfitrião prontamente afastou o perigo. Ainda assim, o comandante palestrino preferiu não creditar a culpa pela derrota à Valdívia.

“Não vamos jogar em cima do Valdivia uma situação toda. Em outros momentos tivemos felicidades com o Valdivia, com outros jogadores, e ninguém chamou para si a responsabilidade do sucesso. Não vamos jogar nas costas de um profissional toda uma derrota,” finalizou.

O Verdão continua na 17ª posição. Na quinta-feira, o Palmeiras recebe a Chapecoense no Pacaembu, adversário direto pela luta contra o rebaixamento.

Foto: Getty Images



Thiago Gomes é Administrador de Empresas. Trabalha com estratégias digitais e consultoria de e-commerce. É palmeirense e um apreciador do futebol, tanto nacional quanto internacional. Escreve para site esportivo desde 1996.