Dunga compara Neymar a Romário: “o Neymar de hoje eu queria em 2010”

neymar

Dunga participou do programa Expediente Futebol, da Fox Sports desta quarta-feira (24) e dentre tantos assuntos respondeu novamente sobre a não convocação de Neymar para a Copa de 2010. O treinador da Seleção Brasileira foi objetivo em suas palavras.

LEIA MAIS
Chefe de arbitragem da FIFA contesta regra da mão na bola aplicada no Brasil
Corinthians é denunciado pelo STJD e pode perder 20 mandos de campo

“Esse Neymar de hoje eu queria em 2010, mas estamos quatro anos a frente”, disse Dunga que completou. “Não queriam que eu levasse o Neymar. Preferiam que eu levasse o Ganso”.

Em um outro momento da entrevista no programa, Dunga chegou a comparar o atual camisa 10 da amarelinha com Romário. “É um líder técnico, referência no futebol brasileiro e mundial. Além disso ele tem um carisma sobre os demais. Ele gosta de ser competitivo, de vencer. Mas temos que trabalhar em torno do Neymar e criar outros líderes para ajudá-lo. Ele é um jogador que tem ser cobrado, toda hora tem que apostar com ele. Ele gosta disso. É tipo o Romário… Se deixar quieto em um canto, não joga. Tem que cutucar”, explicou.

Ainda em sua participação do programa, Dunga criticou Ganso e elogiou a dupla do Cruzeiro. “Ganso não mostra bom rendimento faz muito tempo. O Everton Ribeiro e o Ricardo Goulart estão apresentando um bom rendimento no Campeonato Brasileiro há muito tempo, há dois anos, e merecem (a convocação). Os outros têm que esperar”.

O capitão do tetra também não esqueceu de Kaká e deixou as portas abertas para o camisa 8 do São Paulo. “Pelo o que tenho visto nos jogos do São Paulo, ele está voltando em uma outra posição. Hoje, ele é um jogador que vem organizar o time e volta pra recompor a marcação. Antes, ele era um jogador do pique, da arrancada. Hoje, ele é mais participativo na armação. Sem dúvida, se continuar nesse rendimento, nessa constante, pela experiência, pela conduta, vai ajudar a Seleção Brasileira”.

O próximo compromisso da Seleção Brasileira será no próximo dia 11, no estádio Ninho do Pássaro em Pequim, na China. O jogo é válido pelo Superclássico das Américas.

 



Jornalista. Como todo torcedor também gosto de dar meus pitacos. Fã da seleção italiana, do Milan e do Arsenal.