Emerson Sheik é julgado e suspenso por quatro partidas pelo STJD

Reprodução/ Youtube

Na tarde desta segunda-feira, Emerson Sheik foi julgado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva, onde o atacante foi enquadrado em três artigos: por jogada violenta, agir contra a ética do desporto e ofender o árbitro por fato relacionado ao desporto. Junto com Sheik, o peruano Cachito Ramirez e Julio Cesar, que também foram expulsos na partida contra o Bahia, estiveram em julgamento.

LEIA MAIS
Emerson Sheik é flagrado jogando no celular enquanto é julgado pelo STJD

Quando Sheik foi acusado de disparar ofensas ao árbitro da partida, ele retrucou e disse que não falou nada com o juiz. “Isso é uma safadeza. Em nenhum momento me referi a ele diretamente. Não falei que ele era bandido, safado, como foi citado”. E ele ainda completou. “Houve um desabafo. Acho que fui interpretado de forma negativa, essa não foi a ideia”, completou. Willian Figueiredo, procurador do caso, disse que Emerson desrespeitou sim, o juiz da partida.

“Dizer que o profissional não está qualificado é muito mais ofensivo. Imagina se o árbitro vira e fala: ‘Você errou o passe, né? Devia estar na Série D e não na Série A”, disse o procurador. “A questão aqui não é ofensa à CBF ou não. É conduta antidesportiva. Queremos a conduta profissional”, finalizou.

No final, Emerson Sheik foi punido em apenas um artigo, o 243-F em que está intitulada à ofensa ao árbitro. No artigo 254 (jogada violenta) e no 258 (agir contra ética do desporto, no caso, criticar a CBF) ele foi absolvido. Com isso, ficou barato para o atacante, ele pegou uma pena de quatro partidas, quando a pena poderia chegar a até 18 jogos. Ele estará de fora das partidas contra o Vitória, Palmeiras e Corinthians. A partida contra o Timão ele não poderá jogar por questões contratuais, mas conta como uma partida válida.

O lateral-esquerdo Julio Cesar também foi suspenso por quatro partidas por ofensas ao árbitros. O peruano Ramirez pegou uma partida, mas como já cumpriu poderá enfrentar o Vitória na partida de sábado, no Barradão.

 

 

 



Jornalista. Como todo torcedor também gosto de dar meus pitacos. Fã da seleção italiana, do Milan e do Arsenal.