Estádios nos EUA se transformam para receber outros esportes; veja

Os Estados Unidos são bons em quase todos esportes que existem, até pelo investimento que o país faz nos atletas. E quando citamos estádios ou ginásios, os americanos também são gênios, pois montam suas arenas para diversas modalidades.

LEIA MAIS
Por dinheiro, Real Madrid pode mudar o nome de seu estádio; entenda
Conheça todos os estádios da Eurocopa 2016

No começo do mês, o Brasil jogou contra o Equador no Met Life Stadium. A condição do gramado era ruim, isso porque alguns clubes de futebol americano usam grama sintética para jogar. Apesar do piso, o estádio é preparado para essa troca.

Veja o vídeo da modificação do gramado:

O estádio da Universidade de Phoenix é totalmente fechado e para o gramado não ficar sem a luz solar, existe um mecanismo em que quando pressionado leva a grama para fora da arena. Veja:

O mesmo estádio que serve para o soccer e o futebol americano, também serve para às lutas:

O Boston Celtics, um dos principais times da NBA, e o Boston Bruins, time de hóquei, revezam seu ginásio para ambos os esportes. Quando um termina a partida, a arena já é logo modificada para o outro usar. Veja o momento da troca de piso:

O ginásio que serviu para a luta de wrestling se modificou rapidamente para receber o time de hóquei Tampa Bay Lightning:

No Brasil temos exemplos de arena multiuso, um exemplo é o Ginásio do Ibirapuera que se modifica para receber partidas de vôlei, tênis, futsal, entre outras coisas.



Jornalista. Como todo torcedor também gosto de dar meus pitacos. Fã da seleção italiana, do Milan e do Arsenal.