Futebol paulista caminha para mais um fim de temporada decepcionante

Getty Images

Até pouco tempo atrás, o futebol paulista era exemplo de organização e competência. Os grandes do estado de São Paulo dificilmente deixavam de ser protagonistas no Campeonato Brasileiro. Em 2013, a história de sucesso dentro das quatro linhas começou a mudar.

Pela primeira vez depois de 15 anos, nenhum clube paulista se classificou para a Copa Libertadores 2014, o torneio mais cobiçado da América. Não será nenhuma surpresa se a história se repetir pelo segundo ano seguido.

Faltando 13 rodadas para o final do Nacional, o São Paulo, 3º colocado, é o único que integra o G-4, porém, tem a sua pior sequência de resultados na temporada. Não vence a quatro rodadas, somando apenas um ponto nesse período. Pode até deixar o grupo no próximo sábado, em caso de derrota para o Grêmio, em Porto Alegre. Aquele time que há pouco mais de duas semanas encantava com bom futebol e ameaçava o líder Cruzeiro caiu vertiginosamente de rendimento, e para piorar, viu Grêmio e Fluminense colarem no pelotão de elite. É verdade que o Tricolor ainda tem um plano B caso não consiga o objetivo via Brasileirão. Está nas oitavas de final da Copa Sul-Americana, que concede ao campeão uma vaga na Copa Libertadores de 2015.

Presente no G-4 em 19 das 25 rodadas disputadas, o Corinthians também caiu de rendimento no returno, deixou o pelotão de elite na 24ª rodada após a derrota para o Figueirense, e hoje ocupa a modesta 7ª colocação. Pelo pobre futebol apresentado, dificilmente o alvinegro atingirá o objetivo no final da temporada. Outra possibilidade é a Copa do Brasil, onde o Timão está nas quartas de final. Assim como a Sul-Americana, o campeão do torneio brasileiro garante vaga na Libertadores.

O Santos, 8º colocado, está a sete pontos do Atlético-MG, quarto colocado. Pela irregularidade apresentada ao longo da competição, muito possivelmente o Peixe ficará a ver navios. Não dá para esperar muito de um time que sofreu sete derrotas e um empate nos últimos compromissos como visitante e que jamais frequentou o G-4 na atual edição. O aproveitamento fora de casa é de apenas 25%. Em seus domínios, o clube da Baixada sofreu apenas uma derrota, ostentando um bom aproveitamento de 69,23% dos pontos disputados. É bom lembrar que os comandados de Enderson Moreira estão nas quartas de final da Copa do Brasil.

Mais uma vez, o Palmeiras é o patinho feio dos paulistas e caminha para o terceiro rebaixamento à Série B. Mal gerido, o clube não para de dar vexames dentro de campo. A realidade é lutar contra a degola. Ao contrário dos rivais São Paulo, Corinthians e Santos, o alviverde não tem outra competição em paralelo ao Campeonato Brasileiro.

Saudades daquele tempo em que os grandes paulistas impunham respeito aos adversários e alegravam suas torcidas com tantas conquistas.



Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)