Grêmio empata no Rio e volta ao G4 do Brasileiro

Grêmio
Crédito da foto: Getty Images

Assim que o juiz apontou o centro de campo e assinalou o fim do jogo entre Fluminense x Grêmio, a parcela tricolor de Porto Alegre pôde dormir com um sentimento dúbio de satisfação com preocupação.

Leia mais:
Conheça as mulheres dos jogadores do Grêmio
Advogado cria página em apoio a Patrícia Moreira no Facebook

Satisfação com o empate sem gols, que trouxe um pontinho e recolocou o time no tão almejado G4. E preocupação porque caso a vitória viesse, ninguém poderia tirá-lo de lá nessa rodada. Como não aconteceu, caso o Atlético-MG derrote o Santos, no Horto, essa vaguinha no grupo dos quatro melhores escorrega pro colo do Galo.

Já faz boas seis rodadas que o time flerta com o G4 e volta e meia consegue ficar a sós com ele. Porém, sempre vem alguém e atrapalha os planos dos comandados de Felipão. Algo que pode acontecer de novo hoje. Entretanto, a constância do time, aliado aos resultados, apesar de pouco empolgantes, suficientes para manter a esperança de voltar à Libertadores, dão mais motivos para se acreditar que agora o Grêmio chegou “chegando”.

Sem perder há 8 rodadas, tendo levado apenas um gol nesse intervalo, o clube, que tem fama de Imortal, reverteu um quadro de desânimo que o acompanhava desde o início da temporada, quando foi humilhado na final do Gaúchão e poucas cócegas fez em seus adversários enquanto era comandado por Enderson Moreira.

Até mesmo o começo de Felipão não foi muito animador, uma vez que o Inter “estreou” seu sapato dando-lhe dois pisões certeiros e, um pouco depois, houve a derrota no jogo de ida das oitavas da Copa do Brasil e o eternamente lamentável caso de racismo contra Aranha.

Entretanto, apostando na boa e velha defesa, a equipe foi subindo na tabela e hoje, além de entrar definitivamente na briga pelas posições privilegiadas da classificação, é encarado novamente como aquele time encardido, difícil de ser batido, fiel à tradição dos Pampas.

O próximo desafio do Grêmio será domingo, às 16 horas, diante do Botafogo, de novo no Maracanã.

Foot: Getty Images



Tudo o que preciso é um papel e uma caneta. Apaixonado por esportes desde 1900 e bolinha: de futebol, basquete, tênis, rugby...