Grêmio vence o Botafogo com dois gols de Barcos

O Botafogo recebeu o Grêmio no Maracanã que venceu por 2 a 0, com dois gols de Barcos, chegou há oito jogos sem tomar gols e manteve a invencibilidade dentro do palco da final da Copa do Mundo.

Leia mais: Primo de Messi faz a diferença e Bahia vence o Flamengo por 2 a 1

Jefferson salva o Botafogo

Desde os minutos iniciais, o Grêmio mostrou uma postura segura e ofensiva. Jogando no Maracanã, onde ainda não perdeu neste Brasileirão, o time de Luiz Felipe Scolari quase abriu o placar com Barcos, aos 11 minutos, mas Jefferson o impediu com defesa milagrosa.

Apático, o Botafogo dava sinais de que seria uma presa fácil para o Tricolor Gaúcho e realmente foi. Aos 15 e aos 22, Ramiro e Luan, respectivamente, obrigaram o goleiro botafoguense e da seleção brasileira a trabalhar novamente.

Sem sofrer gols há sete jogos, o Grêmio quase foi vazado por Rogério, aos 25, mas Marcelo Grohe estava atento e salvou o Tricolor Gaúcho.

Aos 32, o duelo Barcos contra Jefferson teve mais um capítulo e, em nova finalização do atacante, o goleiro fez outra defesa. Aos 47, o embate ganhou mais um integrante e Felipe Bastos tentou marcar o seu, mas Jefferson defendeu mais uma e garantiu o zero a zero no placar.

No segundo tempo, nem Jefferson salva

Na segunda etapa, porém, não teve jeito. Ainda que o Botafogo quase tenha aberto o placar em um lindo voleio de Emerson Sheik com um minuto, o Grêmio foi quem saiu na frente, aos 4, com Barcos que, sozinho dentro da pequena área, apenas teve o trabalho de empurrar a bola para rede, após passe de Zé Roberto.

A vitória parcial não reduziu o ímpeto gremista e muito menos fez com que o Botafogo acordasse na partida. Perdido em campo, o Alvinegro errou ao tentar fazer linha de impedimento aos 31 minutos e Barcos, cara a cara com Jefferson, marcou o segundo gol do Grêmio, fechando o placar.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 0 X 2 GRÊMIO

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data-hora: 28/9/2014 – 16h
Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Auxiliares: Fabrício Vilarinho da Silva (Fifa-GO) e Bruno Raphael Pires (GO)
Renda/Público:R$ 263.010,00/10.462 pagantes/12.498 presentes
Cartões amarelos:
 Airton, Gabriel e Dankler (BOT); Dudu, Wallace, Barcos e Alán Ruiz (GRE)
Cartões vermelhos: Não houve.

Gols: Barcos, 5’/2ºT(0-1) e Barcos, 31’/2ºT.

BOTAFOGO: Jefferson, Dankler (Carlos Alberto, 20’/2ºT), Bolívar, André Bahia e Julio Cesar; Airton, Gabriel, Ramírez e Zeballos (Wallyson, Intervalo); Rogério (Ferreyra, 33’/2ºT) e Emerson – Técnico: Vagner Mancini.

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Pará, Rhodolfo, Pedro Geromel e Zé Roberto; Walace, Ramiro, Fellipe Bastos (Riveros, 43’/2ºT) e Luan (Alán Ruiz, 24’/2ºT); Dudu (Matheus Biteco, 36’/2ºT) e Barcos – Técnico: Luiz Felipe Scolari.