Hamilton dá show, vence o GP de Cingapura e lidera o campeonato na F1

Foto: Getty Images

O inglês Lewis Hamilton é o novo líder do Mundial de Pilotos na F1. O piloto da Mercedes deu um show de pilotagem e estratégia nas voltas finais do GP de Cingapura, quando esteve ameaçado de ficar fora do pódio por causa do estado de seus pneus e a obrigatoriedade de troca pelos compostos macios. Com um trabalho impressionante, Hamilton voltou em segundo lugar e não teve muito trabalho para ultrapassar Sebastian Vettel, da Red Bull, e seguir o rumo até a sua sétima vitória na temporada.

LEIA MAIS
Top 10: Veja quais são os principais jejuns da F1 na atualidade
Veja 10 sinais de que você é uma pessoa viciada em F1
Brabham, Benetton. Veja equipes que fazem falta na Fórmula 1
10 carros de F1 que mostram que você está ficando velho

Hamilton ainda contou com a sorte neste domingo (21) para chegar à liderança do campeonato. Seu companheiro e agora ex-líder, o alemão Nico Rosberg, teve problemas com o sistema eletrônico do carro, trocou o volante, e teve que largar dos boxes. Tentando fazer uma corrida de recuperação, o piloto da Mercedes voltou a enfrentar falhas e abandonou a prova. Agora, Rosberg está três pontos atrás de Hamilton, deixando a reta final da temporada muito emocionante.

O GP de Cingapura também foi bom para Vettel. Apesar de ter perdido a chance de voltar a vencer, algo que ainda não aconteceu nesta temporada, por causa do bom trabalho de Hamilton e da Mercedes, o atual tetracampeão do mundo superou seu companheiro de equipe, o australiano Daniel Ricciardo, logo na largada e fez uma boa corrida, fechando na segunda posição, o melhor resultado em 2014.

Após vários problemas durante o fim de semana, o brasileiro Felipe Massa, da Williams, chegou na quinta colocação, mesmo brigando com os pneus nas últimas voltas. Seu companheiro, Valtteri Bottas, não teve a mesma sorte e acabou tendo problemas justamente no fim da corrida, caindo para a 11ª colocação, sem pontuar. A corrida marcou a centésima prova sem vitória para Massa, que não sobe ao lugar mais alto do pódio desde o GP do Brasil de 2008.

O espanhol Fernando Alonso, da Ferrari, também fez uma boa corrida, mas não conseguiu ultrapassar as duas Red Bulls nas últimas voltas e acabou fora do pódio, apesar de ter sonhado até com a vitória quando Hamilton ainda não feito sua parada nos boxes.

O Mundial de Fórmula 1 tem agora apenas mais cinco corridas com dois pilotos brigando ponto a ponto pela liderança. Hamilton e Rosberg terão um novo round nessa batalha no próximo dia 5 de outubro, no Japão.

 



Editor do Torcedores.com, está no site desde julho de 2014. Repórter e apresentador da TV Torcedores. Formado pela Universidade Metodista de São Paulo, já passou por UOL, Editora Abril e Rede Record. Participou da cobertura da Copa do Mundo de 2014, de dois Pans, dos Jogos Olímpicos de Londres 2012 e do Rio 2016.