Paulo Nobre banca Wesley no Palmeiras e mira reforços da série B

Palmeiras
Divulgação

Nesta terça-feira o presidente do Palmeiras, Paulo Nobre, concedeu uma entrevista à Rádio Bandeirantes, onde afirmou que o volante Wesley, especulado no rival São Paulo, já tem tudo acordado com o alviverde para renovar seu contrato, que termina em fevereiro de 2015.

Leia mais:
Confira 6 motivos que comprovam que o Palmeiras pode cair
Alan Kardec diz que Palmeiras reduziu três vezes seu salário
Veja quem está na corrida para ser o novo presidente do Palmeiras

“O Wesley afirma textualmente que não assinou com ninguém, mas a verdade um dia vai se revelar. O Palmeiras está tentando renovar, quem está tocando é o Galiotte, (primeiro vice-presidente). Até onde eu sei, já há algum tempo chegaram a um acordo, o contrato está pronto, esperando assina”, confirmou o presidente que ainda disse desconhecer qualquer problema interno com o volante “Se o Wesley joga ou não joga, depende do Dorival Júnior. Neste momento está contundido”.

Durante a entrevista Nobre ainda confirmou que o clube está a trás de reforços pedidos pelo técnico Dorival, porém, com poucas opções da série A à disposição, o jeito foi recorrer a série B do Campeonato Brasileiro “Vamos ver de contratar algum reforço. Respeitando a parte jurídica, deve ser algum atleta da Série B para suprir algumas necessidades”.

Alvos constante de críticas, José Carlos Brunoro e Omar Feitosa, segundo o mandatário alviverde vão permanecer em seus cargos, assim como os vice-presidentes Maurício Precivalle e Genaro Marino.

Tentando explicar a má fase do time, Nobre garante que os salários dos atletas, comissão técnica e funcionárioas estão em dia “Estamos com todos os salários, imagens e premiações rigorosamente em dia. Isso é muito importante para poder cobrar os jogadores. Todo grupo está ciente do momento difícil, não existe falta de vontade e nem racha no time”, concluiu.

Paulo Nobre é candidato da situação para reeleição no Palmeiras. As eleições ocorreram no final de outubro deste ano e acontecerá por votos diretos, com a participação de conselheiros e sócios.

Foto: Getty Images