Presidente do Fla sonha com aumento de sócio-torcedores: ‘Poderíamos comprar o Neymar’

Presidente do Flamengo há quase dois anos, Eduardo Bandeira de Mello sempre apostou na profissionalização como lema de sua gestão. Em entrevista ao programa Bola da Vez, da ESPN Brasil, o mandatário do Fla comentou sobre os problemas financeiros do clube e como pretende ampliar o programa de sócio-torcedor.

LEIA MAIS
Jayme agradece ao Flamengo, mas avisa: ‘Treinaria qualquer clube do Brasil’

Eduardo citou o Internacional como modelo no programa de sócio-torcedor e projetou como seria o time da Gávea com o apoio do torcedor.

“O Internacional de Porto Alegre é o maior exemplo de sucesso de programas de sócios-torcedores do Brasil. Para cada 100 torcedores do Inter, 2,2 fazem parte do programa de sócio- torcedor. Se você aplicar essa relação ao Flamengo, nós teríamos 880 mil sócios-torcedores. Imagina o Flamengo com 880 mil torcedores, com um ticket médio a R$ 50, você poderia abandonar o contrato da televisão, da Adidas, da Caixa, e viver só de sócio-torcedor”, afirmou o dirigente.

Empolgado com a projeção, Bandeira foi além e afirmou que caso o Rubro-Negro tivesse 1 milhão e 600 mil sócios ativos, o clube poderia comprar Neymar e Cristiano Ronaldo.

“Agora vamos pensar na conversão do Benfica, que é o programa de sócio-torcedor de maior sucesso no mundo. No Benfica, 4% dos torcedores fazem parte do programa. Aplica isso no Flamengo, com 1 milhão e 600 mil sócio-torcedores, a gente pode ir lá no Barcelona e comprar o Neymar, vai lá no Real Madrid e traz o Cristiano Ronaldo, aí o céu é o limite. O Flamengo com 1 mihão e 600 mil torcedores, nós podemos sonhar com tudo”.

Hoje em dia, o Fla é o quarto time do país no número de sócios-torcedores, com cerca de 56 mil membros, segundo o “Movimento por um Futebol Melhor”, atrás de Inter, Grêmio e Cruzeiro.

Confira como foi a entrevista:

Foto: Reprodução/Flamengo.com.br



Sou formado pela FMU e minha última passagem no mundo esportivo foi no site Universo dos SPorts. No começo da carreira trabalhei como apresentador no programa "Olé" da ALLTV. Agora assumo a responsabilidade de produzir matérias para o site "torcedores.com". Sou apaixonado por esportes e respiro futebol e NFL 24 horas por dia.