Ronaldinho não está sozinho no Querétaro; veja os outros brasileiros

Ronaldinho acertou com o Querétaro, um modesto clube do México,já algumas semanas. Já estreou, errou pênalti e fez gol. Mas por se tratar de um time não tão conhecido, ele não está sozinho na equipe dos Gallos Blancos. Existem outros brasileiros por lá.

LEIA MAIS
Egípcio transforma Messi, Cristiano Ronaldo e Neymar em “Superman”

Dando destaque para um em especial, podemos citar Danilinho. O meia que teve duas passagens pelo Atlético-MG, sendo que a segunda, em 2012, jogou com Ronaldinho e novamente convive com o craque. Esse é o terceiro clube do meia no México. Antes ele já havia passado por Jaguares e Tigres, clube no qual ele ainda tem contrato. Atualmente ele está no Querétaro por empréstimo.

Ricardo Jesus não é tão desconhecido também, já que até pouco tempo estava jogando no Brasil. Em 2011, teve grande sucesso na Ponte Preta onde jogou a série B e em 36 partidas e marcou 19 gols. No ano seguinte ainda passou por Portuguesa e Avaí onde não obteve sucesso. No Atlético-GO, em 2013 voltou a fazer gols e no começo deste ano foi contratado junto ao Querétaro. Em 18 partidas com a camisa dos Gallos Blanco, Jesus já balançou as redes seis vezes.

O Palmeirense que acompanha o clube com certeza irá se lembrar de Willian. Ele foi revelado pelo próprio verdão e teve um problema no coração onde teve que se afastar dos gramados, onde chegou até a encerrar a carreira. Depois de persistir, o atleta de 27 anos voltou e deu continuidade ao seu sonho.

Pelo alviverde, Willian jogou de 2006 a 2010 e atuou em 48 oportunidades e marcando seis gols. Depois, foi emprestado à diversos clubes brasileiros até ir para a Coréia do Sul em 2013 e chegar ao Querétaro no começo de 2014.

Talvez o menos conhecido seja Camilo. O atual camisa 7 do Querétaro, apesar de ser de São Paulo iniciou sua carreira no Corinthians Alagoano em 2009. Depois do clube nordestino, o brasileiro rodou o mundo onde jogou em Malta, Coréia do Sul e Canadá, até desembarcar nos Gallos Blancos em janeiro deste ano.

Se vale um destaque a mais, tem o brasileiro naturalizado mexicano Sinha. O veterano de 38 anos já está a mais de 20 anos no país e em 2001 se naturalizou. No México ele é ídolo do Toluca. Ficou de 1999 até 2014 nos Diabos Vermelhos e fez mais de 500 jogos pela equipe marcando 61 gols. Antes ele havia jogado pelo Saltillo Soccer e Monterrey.

Pela seleção do México, Sinha jogou as Olimpíadas de 2004 na Grécia, a Copa das Confederações do ano seguinte, a Copa do Mundo de 2006 e CONCACAF de 2011.



Jornalista. Como todo torcedor também gosto de dar meus pitacos. Fã da seleção italiana, do Milan e do Arsenal.