São Paulo e Flamengo empatam no Morumbi em partida polêmica

São Paulo
Getty Images

São Paulo e Flamengo se enfrentaram no Morumbi e, em uma partida agita e com quatro gols, empataram por 2 a 2. Rogério Ceni abriu o placar e viu Everton e Alecsandro virarem para o Flamengo, mas não saiu derrotado porque Luis Fabiano empatou o jogo nos minutos finais.

LEIA MAIS:
Douglas estreia, e Barcelona não sai do empate pelo Espanhol

Primeiro tempo agitado e empatado

Com a bola rolando, a partida, como é comum ente dois times grandes, demorou a engrenar. O São Paulo tentou exercer o mando de campo e tomou a iniciativa nas jogadas, mas, bem postada, a defesa do Flamengo se segurou bem.

Com espaços para tocar a bola, o Tricolor Paulista demonstrava querer fazer da troca de passes o principal caminho para entrar na área flamenguista. Atuando desta forma, aos 17, Alexandre Pato e Alan Kardec fizeram tabela que terminou com ex-atacante do Corinthians sendo derrubado dentro da área por Márcio Araújo: pênalti. Na cobrança, Rogério Ceni bateu no canto esquerdo e Paulo Victor, apesar de ter acertado o lado, não fez a defesa.

A frente do placar, o São Paulo manteve o ritmo cadenciado na partida, mas o Flamengo foi obrigado a mudar a postura e tentar sair para o jogo. Isso gerou espaços para o Tricolor Paulista, mas também tornou o time da Gávea mais presente no campo de ataque e que, contando com falha de Rogério Ceni, empatou a partida. Aos 36, Gabriel invadiu a área pela ponta esquerda e bateu para o gol, o arqueiro são-paulino espalmou mal e Everton só teve o trabalho de empurrar a bola para o fundo das redes.

O empate fez bem para o Flamengo que mais confiante quase marcou o segundo gol no final do primeiro tempo. Aos 46, João Paulo alçou bola na área, Rogério Ceni não segurou e por muito pouco não levou um gol de cobertura de M. Araújo.

Segundo tempo polêmico e empatado

No segundo tempo, o São Paulo começou avassalador e com um minuto de partida descolou um pênalti mal marcado pela arbitragem. Rogério Ceni cobrou no canto esquerdo e Paulo Victor novamente acertou o lado, mas desta vez foi suficiente para fazer a defesa.

A partir daí, o São Paulo parou e o Flamengo foi para cima. Aos 4, Everton tentou encobrir Rogério Ceni, mas mandou a bola para fora; aos 11, o mesmo Everton arriscou chute cruzado que saiu tirando tinta da trave; e aos 28, foi a vez de Chicão arriscar chute da entrada da área e assustar a torcida são-paulina.

Aos 31 minutos, Michel Bastos fez falta violenta em Everton e foi expulso, jogando por terra qualquer tentativa de reação do São Paulo. Com um homem a menos em campo, o time de Muricy Ramalho foi ainda mais pressionado pelo Flamengo que, aos 41 minutos, marcou com Alecsandro após cobrança de escanteio.

Nos minutos finais, o Rubro-Negro Carioca recuou e chamou o São Paulo para o seu campo. Na base do abafa, o Tricolor aceitou o desafio e, com a estrela de Luis Fabiano, empatou o jogo aos 45 minutos.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 2 X 2 FLAMENGO

Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Data/Horário: 24 de setembro de 2014, às 22h
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO)
Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva e Leone Carvalho Rocha (ambos de GO)
Público/renda: –
Cartão amarelo: Ganso (SPO); Cáceres, João Paulo (FLA)
Cartão vermelho: Michel Bastos (SPO)

GOL: Rogério Ceni, aos 17’/1ºT (1-0); Everton, aos 34’/1ºT (1-1); Alecsandro, aos 41’/2ºT (1-2); Luis Fabiano, aos 45’/2ºT (2-2)

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Auro, Antonio Carlos, Edson Silva e Michel Bastos; Denilson, Souza, Ganso e Kaká; Alexandre Pato (Luis Fabiano, aos 23’/2ºT) e Alan Kardec (Reinaldo, aos 29’/2ºT). Técnico: Muricy Ramalho.

FLAMENGO: Paulo Victor; Léo Moura, Wallace, Samir (Chicão, aos 15’/2ºT) e Léo Moura; Cáceres (Arthur, aos 36’/2ºT), Márcio Araújo, Canteros, Gabriel e Everton (Luiz Antonio, aos 29’/2ºT); Alecsandro. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.