Vasco vence o Joinville por 2 a 0 e convence a torcida

 

O Vasco recebeu o Joinville em São Januário com apenas uma missão: vencer e venceu. Jogando um bom futebol, o Gigante da Colina agradou a torcida e, com um placar favorável de 2 a 0, conquistou três pontos essenciais para o seu retorno à Série A.

Jogando em casa, Vasco ataca desde o primeiro minuto

Desde antes de a bola rolar o time de Joel Santana já indicava que iria para cima. Com Dakson, Douglas, Kléber e Thalles, o Vasco veio à campo sem a trinca de volantes que tanto prendem o time. Dessa forma, não foi surpresa quando com um minuto Rodrigo perdeu boa chance em cabeçada para fora.

Leia mais: Edmundo acerta bola em apresentados da Band na TV; veja

Leia mais: Veja a lista dos jogadores mais violentos do Brasileirão

Leia mais: Conheça os 5 astros do esporte com mais seguidores no Twitter

O Joinville, líder da competição, tentou responder com Bruno Aguiar em cobrança de falta, mas a finalização executada aos sete minutos saiu longe da meta de Martín Silva.

Com o controle da partidas nas mãos, o Vasco abriu o placar com Dakson, aos 22 minutos. Diego Renan foi à linha de fundo e cruzou para trás, encontrando o meia livre dentro da área para bater firme e fazer a festa dos vascaínos presentes ao Caldeirão.

Sem conseguir reagir, o Joinville não ofereceu perigo à meta de M. Silva e, com tranquilidade, o Gigante da Colina levou a vantagem no placar para o intervalo.

Vasco mantém pegada e amplia o placar

Na segunda etapa, o Vasco manteve a boa apresentação e, sem dar chance para o azar, chegou ao segundo com Thalles. Aos 12 minutos, Marlon foi a linha de fundo e fez belo cruzamento para o atacante que, de cabeça, marcou o segundo vascaíno na partida.

Apático, o Joinville não teve sequer forças para responder. Melhor para o Vasco que, em uma noite inspirada, quase marcou mais uma vez com D. Renan perdendo boa chance em cabeçada pela linha de fundo.

Sem ter nada a perder, a partir dos trinta minutos a equipe catarinense se lançou desesperadamente ao ataque e perdeu algumas boas chances de reduzir o prejuízo. Schwenck, Fabinho e Everton tentaram transpor M. Silva, porém, a pontaria não estava calibrada e, diante do Vasco, o líder da Série B perdeu sua invencibilidade de nove partidas.

FICHA TÉCNICA
VASCO 2 X 0 JOINVILLE

Local: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Data-Hora: 26/9/2014 – 22h
Árbitro: Vinicius Furlan (SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Carlos Augusto Nogueira Junior (SP)
Público/renda: 7.917 pagantes / R$ 109.990,00
Cartão amarelo: Bruno Aguiar (JEC)

GOL: Dakson, aos 23’/1ºT (1-0)Thalles, aos 12’/2ºT (2-0)

VASCO: Martin Silva; Diego Renan, Rodrigo, Douglas Silva e Marlon; Guiñazú, Pedro Ken, Dakson (Jhon Cley, aos 35’/2ºT) e Douglas (Lucas Crispim, aos 44’/2ºT); Thalles (Montoya, aos 42’/2ºT) e Kléber. TÉCNICO: Joel Santana.

JOINVILLE: Ivan; Edson Ratinho, Bruno Aguiar, Guti e Rogério; Naldo, Everton, Washington (Eduardo Ramos, aos 20’/2ºT) e Marcelo Costa (Schwenck, aos 40’/1ºT); Edigar Junio (Fabinho, aos 22’/2ºT) e Hugo. TÉCNICO: Hemerson Maria.