Com sócio-torcedor, Internacional não depende da Globo

Getty Images

O internacional conseguiu um feito histórico. Pela primeira vez no Brasil, a arrecadação anual de um clube brasileiro com o programa de sócio-torcedor superou o que a Televisão paga pelos direitos de transmissão dos jogos.

Leia mais: Decisão judicial pode fazer Globo pagar as dívidas do seu time; entenda

Até o último mês de agosto, a equipe havia conseguido R$ 39 milhões com seus associados contra R$ 37 milhões em direitos de transmissão pagos pela Globo, segundo dados apresentados pela diretoria colorada em reunião do Conselho Deliberativo na semana passada.

“No balanço que apresentamos até agosto, o faturamento com sócios já era superior ao da TV. Até o final da temporada, a projeção que fazemos é de um lucro com o programa em torno de R$ 60 milhões, um pouquinho menor que a televisão, que ficaria em cerca de R$ 70 milhões. Mantendo o quadro atual, vamos passar a ganhar R$ 7.200 milhões mensais em 2015, mas, se a vaga na Libertadores for confirmada, essa conta subirá para praticamente R$ 8 milhões com um acréscimo de 10% no número de torcedores”, explica o vice-presidente de comunicação Norberto Jacques Guimarães ao ESPN.com.br.

No total, o Inter possui mais de 103 mil sócios cadastrados, com uma média anual de 29 mil pessoas presentes aos seus jogos no Beira-Rio