Corinthians x Atlético-MG: momento é do Galo; histórico é do Timão

Nesta quarta-feira (01), Corinthians e Atlético-MG darão início ao confronto pelas quartas de final da Copa do Brasil na Arena Corinthians, às 22h (horário de Brasília).

LEIA MAIS
Confira 11 contratações que eram dadas como certas e nunca aconteceram
Decisão judicial pode fazer Globo pagar as dívidas do seu time

Um se apega ao passado, enquanto o outro procura aproveitar o presente. O Galo lidera o segundo turno do Campeonato Brasileiro ao lado do Internacional, e vem de quatro vitórias seguidas, inclusive uma no clássico sobre o Cruzeiro no Mineirão. Levir Culpi ainda contará com as voltas de Dátolo, Luan, Jô e Marion, liberados pelo departamento médico.

Pelo lado paulista, em um 2014 instável, há a possibilidade de se recuperar na temporada e manter vivo o sonho de conquistar um título e disputar a Libertadores no ano que vem. Para isso, vale apostar na história. Em seis duelos de mata-mata entre as equipes, o Timão levou a melhor em todas.

Relembre abaixo os jogos: 

1990 – Quartas de final do Campeonato Brasileiro

Na caminhada para seu primeiro título brasileiro, o Corinthians segurou um empate por 0-0 no Mineirão, no entanto saiu perdendo para o Atlético no Pacaembu, com gol de Gérson. Foi aí que Neto deu início ao show, marcando dois gols e garantindo a vaga nas semifinais.

1994 – Semifinal do Campeonato Brasileiro

Timão e Galo disputavam para decidir quem iria parar o “super” Palmeiras na decisão daquele ano. No gramado onde um Reinaldo se consagrou no passado, foi a vez de outro Reinaldo brilhar com três gols para os mineiros. Marcelinho Carioca e Branco descontaram para o Corinthians.

Na volta, no Morumbi, Branco voltou a marcar pelos paulistas e garantiu a classificação.

1997 – Oitavas de final da Copa do Brasil

Aos poucos, o Corinthians ia se credenciando como a pedra no sapato do Atlético. Em 1997, pelas oitavas da Copa do Brasil, venceu por 1-0 no Morumbi, com gol do meia Souza (não há vídeos disponíveis deste jogo). Na volta, empate por 1-1 em Belo Horizonte. Evair e Donizete balançaram a rede.

1999 – Final do Campeonato Brasileiro

O ápice dos encontros entre as equipes. O Timão, favorito, encarava um surpreendente Galo, que, apesar de não ser cotado para ser campeão no início, cresceu no mata-mata, eliminando Cruzeiro e Vitória.

Na decisão, três jogos espetaculares. No primeiro, o artilheiro Guilherme decidiu para o Atlético no Mineirão e marcou três gols, com Vampeta e Luizão descontando. A segunda partida, no Morumbi, teve Luizão garantindo os 2-0 para os paulistas, que, assim, jogavam pelo empate no terceiro duelo. Com isso, o 0-0, também no estádio do São Paulo, deu o terceiro título brasileiro ao Corinthians.

2000 – Quartas de final da Libertadores

Cinco meses depois de decidirem o Brasileiro, as duas equipes voltariam a se enfrentar, desta vez pela Libertadores da América. Novamente após grandes embates, deu Corinthians. Na ída, 1-1 em BH, gols dos artilheiros Luizão e Guilherme. Já no Morumbi, Edilson e Ricardinho deixaram os donos da casa em boa vantagem. Houve tempo para Guilherme descontar, mas já era tarde.

2002- Quartas de final do Campeonato Brasileiro

O terceiro confronto em quatro anos foi o único em que o vencedor sobrou. No primeiro jogo no Mineirão, o Corinthians atropelou, fez 6-2, quatro de Deivid e dois de Gil, e praticamente sacramentou sua vaga na semifinal – Mancini e Michel descontaram. Alexandre Kalil disse na época que o time “borrou na calça”.

Na volta, nova vitória corintiana, com gols de Leandro e Guilherme, o mesmo de 1999 e 2000 quando defendia o Galo. De novo, Mancini diminuiu.



Estudante de jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie e alucinado por futebol.