5 desafios que o Cruzeiro terá para ser campeão da Copa do Brasil

Atlético-MG x Cruzeiro

O Cruzeiro tem a dura missão de reverter a vitória do Atlético-MG por 2 a 0 na primeira partida da final da Copa do Brasil. A Raposa busca nesta quarta-feira (26), no Mineirão, a conquista da segunda “tríplice coroa” de sua história. Campeão brasileiro e mineiro em 2014, o time celeste conquistou as mesmas competições, mais a Copa do Brasil, em 2003.

LEIA MAIS
Se o Atlético-MG for campeão, a temporada do Cruzeiro fica manchada?

O caminho para essa conquista é muito complicado. O Cruzeiro terá a seu favor a presença massiva da torcida no Mineirão, contra alguns milhares de atleticanos. No primeiro jogo, no Independência, só havia torcedores do Galo empurrando o time rumo à vitória que agora dá vantagem e tranquilidade à metade alvinegra de Minas Gerais.

O Torcedores.com, neste dia de decisão para a Raposa, listou os cinco principais desafios que separam o Cruzeiro do domínio absoluto do futebol brasileiro e de sua segunda tríplice coroa. Será que o time de Marcelo Oliveira vai reverter a vantagem do Galo?

1) Fazer da torcida um 12º jogador

15-02-2013-11-02-07-programa-de-socio-torcedor-do-cruzeiro-tem-grande-procura-no-primeiro-dia

É a hora de a torcida do Cruzeiro mostrar que também consegue empurrar o time contra uma desvantagem no placar. Os torcedores do Atlético-MG fizeram isso na Libertadores de 2013 e nas duas últimas fases da Copa do Brasil. Os cruzeirenses precisam mostrar a mesma força, e cabe aos jogadores dentro de campo a missão de manter o torcedor ligado.

2) Ganhar uma do Atlético-MG em 2014

Cruzeiro x Atlético-MG

Parece óbvio. Se o time perdeu a primeira, tem que ganhar a segunda. Mas o destaque para esse desafio é porque o Cruzeiro simplesmente não ganhou uma partida sequer do Galo em 2014. Foram três empates em 0 a 0 no Mineiro, e a Raposa ficou o título porque jogava pelos dois empates na final. No Brasileirão, vitórias do Galo por 2 a 1, com mando do Atlético, e 3 a 2, com mando do Cruzeiro. São, portanto, três derrotas e três empates na temporada no clássico.

3) Pegar o espírito que o Galo teve nas quartas e na semi

Cruzeiro v Goias - Brasileirao Series A 2014

O Atlético-MG esteve na posição que o Cruzeiro está por duas vezes na Copa do Brasil. Perdeu para Corinthians e Flamengo, nas quartas e na semifinal, por 2 a 0, fora de casa. Para piorar, em ambos os casos, tomou um gol no começo do jogo de volta, no Mineirão. E, nas duas, fez o impossível: ganhou por 4 a 1 se passou de fase.

4) Lutar contra o desgaste físico

Cruzeiro v Goias - Brasileirao Series A 2014

O Atlético-MG passou o mês poupando titulares no Brasileirão, enquanto o Cruzeiro precisou suar para garantir o título. Os últimos jogos antes da conquista do tetra não foram fáceis, com direito a uma virada sofrida sobre o Grêmio, em Porto Alegre, e um jogo extremamente duro contra o Goiás no Mineirão. O time mineiro fez muitas partidas decisivas em curto espaço de tempo. O Galo teve tranquilidade nos últimos 15 dias. Isso pode pesar principalmente na hora de construir um placar para reverter vantagem adversária.

5) Ter paciência em campo

Gremio v Cruzeiro - Brasileirao Series A 2014

Não será fácil devolver o placar do jogo de ida, ou até revertê-lo, contra o Atlético-MG. Mas o time de Marcelo Oliveira precisa entrar em campo nesta quarta-feira com o pensamento de que nervosismo não vai ajudar em nada. Quem ganha com o nervosismo cruzeirense é a turma do Galo. Qualquer bobeada na ânsia por fazer logo o primeiro gol pode acarretar em um contra-ataque com aumento da vantagem atleticana. É preciso ter cuidado para poder chegar à tríplice coroa.



Editor do Torcedores.com, está no site desde julho de 2014. Repórter e apresentador da TV Torcedores. Formado pela Universidade Metodista de São Paulo, já passou por UOL, Editora Abril e Rede Record. Participou da cobertura da Copa do Mundo de 2014, de dois Pans, dos Jogos Olímpicos de Londres 2012 e do Rio 2016.