Opinião: A hora e a vez dos argentinos no Palmeiras

Divulgação/Palmeiras

O torcedor palmeirense está preocupado com a situação do time nessa reta final do Campeonato Brasileiro. Faltando duas rodadas para o seu término, o time depende só de suas forças para permanecer na primeira divisão. E o problema é desconfiança do torcedor com o elenco que até aqui não demonstrou qualidade e poder de superação em jogos decisivos.

LEIA MAIS
Por onde anda Oséas, ex-Palmeiras, Cruzeiro e Atlético-PR?
Palmeiras volta a ser motivo de piada nas redes sociais após derrota para o Coritiba
Com eleição e decisão, Palmeiras pode ter sábado violento

Nesse momento, vale se apegar a qualquer teoria para ajudar o time a evitar o terceiro rebaixamento de sua história. Com uma política totalmente equivocada comandada por Brunoro e com a responsabilidade direta de seu presidente Paulo Nobre, em contratações de jogadores com qualidades questionáveis, foram três treinadores durante o ano e outros equívocos.

O fato é que não se pode voltar atrás, os jogadores são esses e faltam duas rodadas para o fim. Se teoria vale e cada uma tem a sua, aqui vai a minha sugestão: coloque os atacantes argentinos Mouche e Cristaldo, o meia Allione e o zagueiro Tóbio.

É hora de dar uma pressão no time, cobrar raça, disposição, resultado pelo investimento. Argentinos é essa a oportunidade de vocês. A grande chance! Curiosamente são os jogadores indicados pelo técnico Gareca que pouco tempo teve para ajustar o time com suas indicações.

Mas o problema é a velha teimosia do Dorival. Não importa, presidente Paulo Nobre se reúna com o treinador e cobre dele mudanças, exija os Argentinos.

Foto: Divulgação/Palmeiras



Apaixonado por futebol. Fanático pelo meu clube de coração, mas mantenho uma visão critica e imparcial de todos os clubes, sem misturar paixão e razão.