Artilheiros da saudade: 18 goleadores que as crianças de hoje nunca verão igual

Artilheiros

A verdade é que atualmente o futebol brasileiro vive de poucos gols. Os jogadores se importam mais em se adequarem ao esquema tático, onde até atacantes têm que voltar para marcar. E isso está deixando o futebol “chato”, pois não se criam grandes artilheiros como no passado.

Claro que se olharmos na história teremos inúmeros artilheiros, porém como exemplo, pegaremos a partir dos anos 1990 já que é onde boa parte dos jovens de hoje conseguiu acompanhar os grandes goleadores. Há duas décadas, Edmundo, Romário, Ronaldo, Jardel entre outros, faziam a alegria dos torcedores, e sem dúvida, deixam muitas saudades.

Hoje, não faltam grandes jogadores, porém eles não são, nem de perto, tão queridos quantos aos de antigamente.

A função tática atualmente, e até futuramente, influencia e pode fazer com que percamos o faro de achar artilheiros (se é que não perdemos) que fizeram boa parte da nossa infância e juventude felizes.

Pensando nessa escassez de artilharia, nós do Torcedores.com montaremos uma seleção de artilheiros dos anos 1990 e 2000, que um dia você já idolatrou. Pois com eles não tinha mais ou menos, era “caixa” na certa. Está faltando alguém na lista? Coloque sua sugestão nos comentários.

Acompanhe:



Jornalista. Como todo torcedor também gosto de dar meus pitacos. Fã da seleção italiana, do Milan e do Arsenal.