Atacante chileno está exausto por excesso de sexo, diz jornal

O atacante chileno Alexis Sánchez, do Arsenal, está exausto, sofrendo de fadiga excessiva. O motivo seria a quantidade exagerada de partidas disputas e, também, excesso de sexo.

Isso, pelo menos, é o que alega o tabloide chileno “La Cuarta”. Segundo o jornal, a namorada do jogador, a bela Laia Grassi, não dá trégua. Assim que põe os pés em casa, a gata, uma diretora de arte espanhola de tirar o fôlego de qualquer um, já sai correndo atrás do atacante em busca de sexo.

Além disso, Sánchez já deve de entrar em campo 27 vezes na temporada que começou na metade do ano, somando partidas pelo Arsenal e pela seleção chilena.

O jogador de 25 anos custou bem caro ao Arsenal que pagou cerca de R$ 160 milhões para tirá-lo do Barcelona. Até agora, Sánchez soma 11 gols em 18 partidas pelo clube inglês.

No último fim de semana, na derrota por 2 a 1 para o Manchester United, o atacante foi um dos poucos jogadores do Arsenal a ter uma atuação decente.

Pelo jeito, a tal alegação de fadiga e exaustão é só papo pra vender jornal no Chile. Os jogos e as noites de sexo não andam atrapalhando em nada as atuações do jogador. Talvez, o problema seja o próprio Arsenal, que não consegue engrenar na Premier League e é apenas o 8º colocado no campeonato, com 17 pontos ganhos, para desespero da torcida e do treinador Arsene Wenger.

No fundo, todos sabemos que o Arsenal está bem servido no ataque (pelo menos em relação à Sánchez, artilheiro do time, já que Welbeck, Chamberlain, Giroud e os outros estão mandando muito mal nesta temporada) e o atacante está muito bem obrigado dentro de casa. A torcida dos Gunners e Laia Grassi agradecem.



Jornalista, formado na Metodista, com passagens pelo UOL, R7, Meia Hora e Diário do Grande ABC.