Atlético-MG pode ficar com menos de mil ingressos para final da Copa do Brasil

A novela da briga por ingressos para a final da Copa do Brasil entre Cruzeiro x Atlético-MG ganhou mais um capítulo nesta quinta-feira (20). Depois de toda a confusão no jogo de ida, quando por motivos de segurança, o Cruzeiro só pôde contar com 8,5% dos ingressos, ao invés dos 10% comumente repassados, agora é a vez do troco.

LEIA MAIS
Impiedoso, Atlético-MG massacra Flamengo por 4 a 0

Em reunião realizada hoje, entre PM e representantes das diretorias de ambos os clubes, foi determinado que dois blocos do Mineirão sejam interditados por motivos de segurança. Um desses blocos, aliás, seria destinado à torcida do Atlético-MG, que ficará com menos ingressos do que teria direito, mesmo filme que aconteceu com seu rival, no primeiro jogo.

Inicialmente, a carga de bilhetes para o Atlético-MG seria de 2.754, mas com a interdição imposta pela PM, caiu para 1.854. Além disso, há um agravante: segundo informações do GloboEsporte.com, parte dos ingressos para esse bloco, cujo alvinegro teria direito de ocupar, já foi vendida para a torcida do Cruzeiro, fazendo com que a carga oficial para o Galo seja de 923 entradas apenas.

A decisão final do imbróglio, porém, sairá apenas nesta sexta-feira. Isso porque foi exigido do Cruzeiro um documento comprobatório de que o clube já vendeu ingressos para seus torcedores, do setor que ficaria para o Atlético-MG.



Tudo o que preciso é um papel e uma caneta. Apaixonado por esportes desde 1900 e bolinha: de futebol, basquete, tênis, rugby...