Como será o Vasco em 2015, segundo as especulações?

Getty Images

O Vasco voltará a disputar em 2015 a Série A do Campeonato Brasileiro, pois o acesso foi conquistado no último sábado (22), contra o Icasa, no Maracanã. Sendo assim, nada mais natural do que começarem as especulações em torno dos reforços para a equipe no ano que vem. Contudo, com a iminência da troca de diretoria, em 2015 teremos verdadeiramente um novo Vasco.

LEIA MAIS:
Artilheiros da saudade: 18 goleadores que as crianças de hoje nunca verão igual
Opinião: Vasco voltou à Série A, mas o Gigante, não

A chegada de Eurico Miranda ao clube foi vista como regresso. Essa palavra, por si só, faz menção ao retorno ao passado antes de significar, propriamente, um retrocesso. Eurico insiste em afirmar publicamente que o Vasco voltará a ser o que era na década de 1990. Sejam verdadeiras ou não as palavras do novo mandatário, o fato é que o Gigante da Colina, para 2015, deverá ser muito diferente do desse ano.

O primeiro sinal de mudança pode vir do lado de fora das quatro linhas, isto é, dos bastidores. Conforme garantiu o futuro vice-presidente geral do clube Francisco Horta ao site UOL, o Vasco está negociando com a Coca-Cola e a Tap para patrocinarem a equipe no próximo ano. Os valores dos dois contratos estariam próximos dos R$ 30 milhões anuais. A chegada deste aporte financeiro, no entanto, teria como destino principal a montagem de um time mais competitivo e é aí que começam as grandes mudanças.

O jornalista Luiz Penido, da Rádio Globo, afirmou ontem em seu twitter que o Vasco está negociando com Thiago Neves, Diego Souza e Emerson Sheik para a próxima temporada. A informação empolgou os torcedores cruzmaltinos nas redes sociais que acreditam na chegada dos reforços e na conquista de títulos no próximo ano.

10516883_801822083193228_2066500463773890998_n

Ainda que a maior parte dessas informações careçam de confirmação, as especulações aumentaram a motivação dos torcedores vascaínos. Eurico Miranda nem assumiu o comando do clube e já dá indícios de mudanças em relação a um time que fracassou nesta temporada. Subir para a Série A foi obrigação e a maneira como isso aconteceu mostrou realmente que é preciso mudar, mas a veracidade e os reflexos dessas mudanças só poderão ser vistos no ano que vem.

Imagem: Getty Images e Internet